28°
Máx
17°
Min

Organizada vai à Academia para cobrar elenco do Palmeiras; clube fala em invasão

Alguns representantes da principal torcida organizada do Palmeiras, a Mancha Alviverde, entraram na Academia de Futebol neste sábado para pressionar os jogadores e comissão técnica do clube por um melhor desempenho. O time comandado pelo técnico Cuca fazia o último treino, fechado para a imprensa, antes da viagem a Presidente Prudente, onde encara o Água Santa, às 16 horas de domingo, pela 12.ª rodada do Paulistão.

"Hoje pela manhã nossa diretoria teve uma conversa produtiva com parte do elenco e comissão técnica do Palmeiras", escreveu a organizada nas redes sociais. "Esperamos que todos os problemas sejam resolvidos em campo e os resultados positivos voltem a aparecer", acrescentou.

O clube, no entanto, nega a existência de uma reunião com os torcedores e reclama de uma suposta invasão dos representantes da torcida no centro de treinamento situado na Barra Funda. De acordo com comunicado publicado em seu site oficial na tarde deste sábado, a ação será denunciada à Federação Paulista de Futebol, à Polícia Militar e ao Ministério Público de São Paulo.

"A Sociedade Esportiva Palmeiras vem a público repudiar a ação da Mancha Verde, que invadiu a Academia de Futebol na manhã deste sábado (26). Os integrantes da organizada forçaram a entrada e atrapalharam o último treino da equipe antes da partida diante do Água Santa", anunciou.

Segundo o Palmeiras, todo torcedor tem direito de vaiar ou cobrar o elenco, desde que não aja com violência. Entretanto, o clube diz que reuniões com o elenco e comissão técnica são prerrogativas exclusivas da diretoria de futebol e presidência alviverdes.

"Diante da prática de se invadir o ambiente de trabalho de profissionais e estatutários na Academia de Futebol, o comando do Palmeiras irá estudar com FPF, comando da PM e MP atitudes para que fatos lamentáveis como os de hoje não voltem a acontecer", escreveu o clube. "Por fim, essa gestão, com todos seus erros e acertos, deixa claro que não admite que ninguém venha a ferir a autonomia do clube e jamais se dobrará a qualquer tipo de pressão."

A última vitória do Palmeiras aconteceu no clássico contra o São Paulo, no último dia 13. Desde então o time viu a estreia do técnico Cuca e soma três derrotas, diante do Nacional-URU (Libertadores), Audax e Red Bull Brasil (ambas pelo Paulistão).