24°
Máx
17°
Min

Palmeiras é multado por confusão de torcida com dirigentes do Flamengo

O Palmeiras terá que pagar uma multa de R$ 50 mil por conta da ação de sua torcida no jogo contra o Flamengo, no último dia 14 de setembro. Nesta segunda-feira, o clube paulista foi julgado pela Primeira Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e multado. Ao menos, não perdeu mando de campo.

No jogo realizado no Allianz Parque, pelo Brasileirão, torcedores do Palmeiras hostilizaram dirigentes do Flamengo que estavam em um camarote. Eles arremessaram diversos objetos, sendo que foram identificados isqueiros, pedras de gelo e sapatos. No fim do jogo, houve tentativa de invasão ao setor reservado aos flamenguistas.

O procurador Michel Sader disse entender que o caso é de alta gravidade e pediu a perda de mando de campo ao Palmeiras. O clube paulista rebateu culpando o fechamento do setor Norte, punição aplicada pelo STJD pela confusão no jogo contra o Flamengo no primeiro turno, em Brasília, como responsável pelo novo incidente. Sem ter onde ficar no estádio, a torcida organizada alviverde migrou para o Setor Sul, abaixo dos camarotes.

"O clube poderia ter tomado medidas para que os diretores assistissem a torcida longe da torcida. Aplico a perda de um mando de campo e multa de 10 mil", votou a auditora Michelle Ramalho. Já os auditores Carlos Eduardo Cardoso, Gustavo Teixeira e Gustavo Koch discordaram e optaram por uma multa de R$ 50 mil, apenas.

"A perda de mando de campo não gera efeito prático nenhum na torcida. Quem faz isso são marginais. Difícil aplicar uma pena na medida que a sanção não chega aquele que cometeu a infração. Também voto pela multa de R$ 50 mil", alegou Koch, presidente interino do tribunal.