22°
Máx
17°
Min

Palmeiras inaugura jogos de segunda à noite com vitória e garante topo isolado

(Foto: DIvulgação/Palmeiras) - Palmeiras inaugura jogos de segunda à noite com vitória
(Foto: DIvulgação/Palmeiras)

O primeiro jogo realizado nas noites de segunda-feira no Campeonato Brasileiro teve casa cheia. Mais de 26 mil pessoas foram à Ilha do Retiro assistir à vitória do Palmeiras sobre o Sport, por 3 a 1. Foi o maior público do time da casa no torneio.

O jogo esteve à altura da audiência. O técnico Cuca escalou um ataque rápido para explorar as fragilidades do adversário e apostar na velocidade. O Palmeiras, assim, se garantiu na liderança isolada, com 28 pontos, um dia após o Corinthians chegar aos 25 no segundo lugar após a goleada por 4 a 0 sobre o Flamengo. O time pernambucano está exatamente na outra ponta, na zona de rebaixamento.

A segunda vitória do Palmeiras fora de casa (nos outros duelos longe de São Paulo acumulou um empate e três derrotas) deixou um saldo negativo. Gabriel Jesus, Róger Guedes e Thiago Santos levaram cartões amarelos e estão fora do clássico contra o Santos, no próximo dia 12, às 20h30, no Allianz Parque.

A torcida não se importou com o horário incomum. Depois de apoiar o time da casa em grande parte do jogo, principalmente quando o Sport conseguiu o empate por 1 a 1, no início do segundo tempo, os torcedores só começaram a abandonara a Ilha do Retiro aos 30 da etapa final, quando a partida já estava praticamente decidida.

Os personagens principais da vitória do Palmeiras foram os autores dos gols, Erik, Gabriel Jesus e Cleiton Xavier. Cada um de uma maneira diferente. O zagueiro estreante Mina alternou bons e maus momentos.

Erik, uma das grandes apostas do Palmeiras no pacote de contratações do início do ano, ainda não se firmou como titular e só nesta segunda-feira atuou como substituto de Dudu, poupado por fadiga muscular. Seu gol, aos 10 minutos de jogo, foi fruto do oportunismo, da maneira esperta como ele iniciou a jogada e se enfiou entre os zagueiros, mas também surgiu de uma estratégia bem pensada.

Cuca escalou dois atacantes, o próprio Erik e Gabriel, para explorar as jogadas de velocidade. Sua intenção era usar as jogadas de linha de fundo para confundir o adversário. Cuca conseguiu executar o planejado.

Depois de suportar um momento ruim no jogo, quando os pernambucanos empataram com Gabriel Xavier e ameaçaram a virada - foi o momento de maior empolgação da torcida -, Gabriel Jesus justificou a artilharia no torneio. Após erro do rival, ele recebeu passe de Thiago Santos e fez seu 10º gol.

Cleiton Xavier, que havia acabado de substituir Jean, cumpriu o destino de entrar e ser decisivo. Ele armou toda a jogada do pênalti sofrido por Gabriel Jesus. Bateu firme e mostrou que o Palmeiras é forte também fora de casa.

Derrotado, o Sport estacionou nos 12 pontos e segue na zona do rebaixamento, em 18º lugar. Em má fase, a equipe buscará a sua reabilitação no próximo sábado, contra a Ponte Preta, às 21 horas, no Moisés Lucarelli, em Campinas, pela 14ª rodada.

FICHA TÉCNICA

SPORT 1 X 3 PALMEIRAS

SPORT - Agenor; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval, Rodney e Serginho (Rodrigo Mancha); Rithely, Gabriel Xavier, Diego Souza; Edmílson (Clayton) e Rogério (Mark Gonzáles). Técnico: Oswaldo de Oliveira.

PALMEIRAS - Prass; Jean (Cleiton Xavier), Vitor Hugo, Mina e Zé Roberto; Thiago Santos, Tchê Tchê (Tiago Martins), Moisés (Matheus Sales) e Róger Guedes; Erik e Gabriel Jesus. Técnico: Cuca.

GOLS - Erik, aos 10 minutos do primeiro tempo; Gabriel Xavier, aos 13, Gabriel Jesus, aos 20, e Cleiton Xavier, aos 26 do segundo.

ÁRBITRO - Anderson Daronco (RS).

CARTÕES AMARELOS - Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Mina, Erik e Gabriel Jesus.

PÚBLICO - 26.719 pagantes.

RENDA - Não divulgada.

LOCAL - Ilha do Retiro, em Recife (PE).