24°
Máx
17°
Min

Pato estreia com gol e Chelsea afunda lanterna do Inglês com goleada

Dois meses após desembarcar em Londres, Alexandre Pato enfim fez sua estreia com a camisa do Chelsea neste sábado. E não decepcionou. O atacante fez um dos gols da vitória por 4 a 0 sobre o lanterna Aston Villa, fora de casa, e teve boa participação em outros lances decisivos da partida válida pelo Campeonato Inglês.

Pato começou a partida no banco de reservas, mas entrou em campo aos 22 minutos de jogo, sob aplausos da torcida, em razão da lesão sofrida pelo francês Loic Rémy. Antes do intervalo, ele deixou sua marca em cobrança de pênalti sofrido por ele mesmo, em falta cometida por Aly Cissokho.

Foi o segundo gol do Chelsea na partida. O primeiro fora marcado por Ruben Loftus-Cheek aos 25, em lance que também contou com breve participação do brasileiro. Na segunda etapa, o time visitante só precisou de 50 segundos para anotar o terceiro. E novamente Pato esteve na jogada, desta vez mais decisivo, em tabela com Oscar, que acabara de entrar. Pedro foi o responsável por mandar a bola para as redes.

O espanhol também anotou o quarto gol do Chelsea, aos 14 minutos, em outro lance de Pato. Ele finalizara de longe e o goleiro rebateu. Pedro, meio sem jeito, conseguiu pegar o rebote e ampliou a vantagem. Nos minutos finais, Alan Hutton foi expulso de campo, deixando o Aston Villa em situação ainda mais difícil no jogo.

Com a vitória, o Chelsea alcançou os 44 pontos e subiu para a provisória nona colocação da tabela. Já o time de Birmingham segue em momento delicado. Ocupa o último lugar, com apenas 16 pontos, nove abaixo do penúltimo, praticamente à espera do rebaixamento.

CORINTHIANS - A boa estreia de Pato traz alívio para o Corinthians. O time brasileiro já estava angustiado com a demora na estreia do atacante porque pretende negociá-lo na janela de transferências do meio do ano. Para tanto, torce por boas atuações de Pato com a camisa do Chelsea, que contratou o jogador por empréstimo sem custos. Mas arca com o salário de R$ 800 mil por mês.

O contrato dá ao clube inglês a opção de comprar os direitos econômicos do jogador por 12 milhões de euros (cerca de R$ 48,6 milhões) - 60% pertencem ao Corinthians, e os 40% são do próprio Pato.