23°
Máx
12°
Min

Pelé pede para Messi reconsiderar decisão e seguir na seleção argentina

- Pelé pede para Messi reconsiderar decisão de não defender mais seleção

Depois de Maradona pedir para Lionel Messi seguir na seleção argentina, agora foi a vez de Pelé se manifestar para defender a permanência do astro na equipe nacional, da qual ele surpreendentemente se despediu no último domingo após a derrota para o Chile, nos pênaltis, na final da Copa América Centenário, nos Estados Unidos.

"Nos últimos dez anos ele foi o melhor jogador do mundo, sem dúvida. O que aconteceu com ele são coisas que acontecem no futebol. Apenas aqueles que batem um pênalti que podem errar", afirmou o Rei do Futebol em entrevista para a rede britânica Sky Sports, se referindo à cobrança desperdiçada pelo atacante do Barcelona na disputa final de pênaltis com os chilenos, após empate por 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação.

Pelé diz entender a grande decepção de Messi com mais uma derrota doída em uma final pela seleção argentina - em 2015 ele também caiu diante do Chile na decisão da edição anterior da Copa América e em 2014 contra a Alemanha no jogo que valeu o título da Copa do Mundo -, mas acredita que o astro deveria dar continuidade à trajetória como jogador da equipe nacional.

"É normal que esteja triste e decepcionado, mas tem de esperar um pouco e esquecer disso, já que é algo que aconteceu com muitos jogadores muito bons. Todos erram um pênalti alguma vez", ressaltou o melhor jogador de todos os tempos.

No início desta semana, Maradona ressaltou que Messi segue com totais condições de liderar a Argentina na busca pelo título da Copa do Mundo de 2018, quando o país poderia encerrar um longo jejum da seleção principal que dura desde a conquista da Copa América de 1993. Para completar, o ex-jogador disse que o atacante foi abandonado pelos dirigentes da Associação de Futebol Argentino (AFA).

"Lio tem que seguir na seleção porque tem muito para dar e porque vai chegar à Rússia em condições de ser campeão do mundo. Gostaria de falar com ele. O deixaram sozinho e não quero deixá-lo sozinho", enfatizou Maradona, por meio de um texto publicado no seu perfil na rede social Facebook.

Entretanto, ao participar no mês passado de um ação promocional da Eurocopa na França justamente ao lado de Pelé, Maradona chegou a adotar um tom bem mais crítico sobre Messi em uma conversa com o brasileiro. Em um diálogo no qual não percebeu que estava sendo gravado, ele disse que o craque do Barcelona "não tem personalidade para ser um líder" na seleção argentina.