28°
Máx
17°
Min

Perto de completar cinco anos no Tubarão, Tencati ressalta confiança

Cláudio Tencati completa cinco anos no comando do Londrina  em abril. A trajetória começou ainda em 2011 com a disputa da Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense e reúne dois acessos em competições nacionais, além de um título estadual conquistado após jejum de 22 anos.

Diante de uma cultura futebolística que põe os treinadores na linha de frente da culpa após resultados negativos, Tencati virou exceção. Em uma lista publicada pelo Yahoo, aparece entre os dez técnicos mais longevos em atividade em um mesmo clube em todo o mundo.

“As coisas foram acontecendo, meta a meta. Treinador não tem planejamento para ficar dez anos (no mesmo clube). Entra na competição, cria um ciclo e obtém resultado. Foi isso que deu credibilidade perante o clube. O presidente adquiriu confiança na comissão técnica e foi isso que deu a sequência”, disse em entrevista à TV LEC.

Questionado se ficaria mais cinco anos no clube, Tencati prefere não prever o futuro e encarar um desafio de cada vez. O maior deles está para começar: a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro, pela primeira vez um campeonato longo, com 38 rodadas de pontos corridos. “O normal é o treinador, depois de bater quase todas as metas, é ir embora. Se acontece alguma adversidade, sai por cima. Mas não pode pensar desta forma. Os desafios aparecem e a gente tem que encarar”.

Neste domingo, Tencati disputa o 167º jogo no comando do Londrina, diante do J.Malucelli, no VGD, pela última rodada da primeira fase do Paranaense.

(Vídeo cedido pela TVLEC)