21°
Máx
17°
Min

Polícia Civil investiga invasão de torcedores ao CT do São Paulo

A Polícia Civil decidiu instaurar um inquérito para investigar a invasão de membros de torcidas organizadas ao CT do São Paulo no último sábado, véspera da partida contra o Coritiba, no Morumbi, pela 22ª rodada do Brasileirão. O ato ocorreu antes do treino da manhã. Jogadores como Michel Bastos, Wesley e Carlinhos foram agredidos e objetos do clube foram roubados. Um torcedor foi preso por furtar uma bola.

A Polícia Civil delegou o caso a 5ª Delegacia de Polícia de Repressão e Análise aos Delitos de Intolerância Esportiva (Drade), que faz parte do Departamento Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Funcionários do clube serão ouvidos, segundo a polícia. Nesta segunda-feira, o presidente da torcida Independente já prestou depoimento.

Ainda no sábado, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) já informara que havia prendido em flagrante o torcedor Iraldo Barreto dos Santos Junior por furtar uma bola do CT do São Paulo durante a invasão, pela manhã. "Ele confessou o crime, sendo levado ao 91º Distrito Policial e indiciado por furto qualificado. O inquérito será remetido ao Fórum nos próximos dias", informou a SSP, em comunicado.