23°
Máx
12°
Min

Polícia realiza busca na quadra da Gaviões da Fiel e apreende bastões

A Polícia Civil cumpriu nesta sexta-feira um mandado de busca e apreensão da Justiça na quadra de Gaviões da Fiel, no bairro do Bom Retiro, para tentar encontrar artefatos utilizados no dia 2 de março em uma agressão contra dois integrantes da diretoria da organizada do Corinthians. Segundo a Delegacia de Polícia de Repressão aos Delitos de Intolerância Esportiva (Drade), membros da facção foram ao local do incidente para recolher as armas usadas. Na ação desta sexta, foram apreendidos três possíveis bastões usados na agressão.

De acordo o delegado-assistente da Drade, Mario Sérgio Oliveira Pinto, participaram da ação as polícias Civil e Militar, mais o Batalhão de Choque e cães farejadores. "Encontramos três objetos, bastões de madeiras e metálicos, que foram recolhidos para análise. Ainda não podemos afirmar que são as armas usadas no crime", disse.

A suspeita sobre a quadra da torcida começou depois que testemunhas da agressão contaram que membros da Gaviões da Fiel foram ao local do incidente recolher as armas utilizadas. "Membros da torcida foram socorrer os amigos e recolheram os objetos do chão, não deixaram para a perícia e nem nos entregaram. Não deixam as provas no local. O intuito da ação foi buscar a possível arma do crime", explicou.

Mais cedo, também nesta sexta, a Polícia cumpriu outro mandado relativo ao mesmo, ao prender um dos acusados de envolvimento na agressão. O palmeirense Deivison Correia Carvalho, integranda da Mancha Alviverde, foi preso em sua casa e é suspeito de dirigir o carro que levava outros dois companheiros que desceram do veículo e espancaram dois diretores da Gaviões. O incidente foi no dia 2 de março no estacionamento de um supermercado na Zona Oeste da capital paulista.

Os torcedores foram ao local para participar de uma reunião com o Ministério Público. De acordo com ao Polícia, informações de testemunhas e o reconhecimento da placa do veículo levaram a investigação a encontrar o torcedor. Carvalho acabou preso por tráfico de drogas, já que na sua casa os policiais encontraram 490kg de cocaina, tablete de maconha, balanças de precisão, cerca de R$ 7 mil e anotações da contabilidade do tráfico.

A agressão aos corintianos teve como alvo dois diretores da Gaviões da Fiel. O presidente da torcida, Rodrigo Fonseca, teve os dois cotovelos fraturados na ocasião. Já o secretário, Cristiano Morais, teve lesão corporal leve. "Também tínhamos a intenção de ir à sede da Mancha Alviverde. Mas o mandado não foi concedido pela Justiça", explicou a delegada do Drade, Margareth Barreto.