26°
Máx
19°
Min

Polônia bate eliminada Ucrânia, avança e pega a Suíça na Eurocopa

A seleção da Polônia está classificada às oitavas de final da Eurocopa. No duelo entre as equipes anfitriãs da edição de 2012 do torneio continental, a equipe superou a Ucrânia, que entrou em campo já eliminada, por 1 a 0, em partida disputada nesta terça-feira em Marselha.

Assim, além de assegurar a sua segunda vitória na Eurocopa, a Polônia se recuperou de recente retrospecto negativo diante dos ucranianos, contra quem havia perdido os dois duelos anteriores, ambos pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2014.

Com o resultado, a Polônia fechou a sua participação no Grupo C da Eurocopa com os mesmos sete pontos da líder Alemanha, mas atrás no saldo de gols - 3 a 2 -, o que lhe garantiu o segundo lugar e a vaga na próxima fase. Já a Ucrânia encerrou a sua campanha na França sem pontuar e sem marcar sequer um gol.

Em busca de uma vaga nas quartas de final, a Polônia terá pela frente a Suíça, a segunda colocada do Grupo A, em partida marcada para o próximo sábado, em Saint-Étienne. Só que para avançar precisará contar com uma atuação melhor do centroavante Lewandowski, seu principal jogador, mas que nesta terça voltou a decepcionar nesta Eurocopa.

O JOGO - A Polônia entrou em campo para o seu jogo decisivo mantendo a aposta na dupla de ataque formada por Milik e Lewandowski, que ainda não marcou gols na competição, após anotar 13 na Eliminatórias, mas mudou a defesa, com a entrada do brasileiro naturalizado polonês Thiago Cionek na vaga de Piszczek. Já Fabianski seguiu sendo o goleiro titular, pois Szczesny continua lesionado. Já eliminada, a Ucrânia iniciou a partida com cinco mudanças em comparação com o time que perdeu por 2 a 0 para a Irlanda do Norte.

E Lewandowski voltou a decepcionar os torcedores poloneses, especialmente no primeiro tempo do confronto, quando perdeu duas chances claras de gol, sendo decisivo para que o primeiro tempo em Marselha terminasse empatado em 0 a 0.

A primeira chance da equipe não foi dele, mas de Milik, aos dois minutos, quando cabeceou para boa defesa de Pyatov. No minuto seguinte, Lewandowski finalizou por cima da trave, em uma chance considerava fácil para um centroavante do seu nível.

Além disso, na metade do primeiro tempo, ele não conseguiu completar um cruzamento de Milik. E logo depois, se enrolou com a bola nos pés antes de finalizar fraco, com a bola passando à direita da meta defendida por Pyatov.

Mesmo eliminada, a Ucrânia exibiu luta e fez um duelo equilibrado com a Polônia. E a sua chance mais clara de gol surgiu aos 17 minutos, quando Yarmolenko avançou em velocidade e finalizou para fora. A equipe voltou a ameaçar no começo do segundo tempo, com um cabeceio de Zinchenko que passou muito perto da meta defendida por Pyatov.

Só que foi a Polônia que abriu o placar, e com um jogador que saiu do banco de reservas. Aos nove minutos, após cobrança de escanteio, Milik deu passe rasteiro para Blaszczykowski, que passou fácil por um marcador antes de finalizar para as redes, colocando a sua equipe em vantagem.

Empolgada, a Polônia esteve muito perto de "matar" o jogo aos 12 minutos, quando Kapustka recebeu bom passe na grande área, mas finalizou para fora. Depois disso, a equipe sofreu intensa pressão da Ucrânia, que buscava deixar a Eurocopa com ao menos um gol marcado.

A sua principal chance foi em um chute de Rotan, aos 39 minutos, que parou em Fabianski. Assim, a Ucrânia foi eliminada da Eurocopa sem pontuar, enquanto a Polônia avançou em segundo lugar no Grupo C.

FICHA TÉCNICA

UCRÂNIA 0 x 1 POLÔNIA

UCRÂNIA - Pyatov; Fedetskiy, Khacheridi, Kucher e Butko; Zinchenko (Kovalenko), Rotan, Stepanenko, Yarmolenko e Konoplyanka; Zozulya (Tymoshchuk). Técnico: Mykhailo Fomenko.

POLÔNIA - Fabianski; Pazdan, Jedrzejczyk, Cionek e Jodlowiec; Krychowiak,

Glik, Zielinski (Blaszczykowski) e Kapustka (Grosicki); Milik (Starzynski) e Lewandowski. Ténico: Adam Nawalka.

GOL - Blaszczykowski, aos nove minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Svein Oddvar Moen (Noruega).

CARTÕES AMARELOS - Kucher e Rotan (Ucrânia); Kapustka (Polônia).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Vélodrome, em Marselha (França).