22°
Máx
16°
Min

Polônia bate Suíça nos pênaltis e é a primeira classificada às quartas de final

(Foto: Divulgação/PZPN) - Polônia bate Suíça nos pênaltis e é a primeira classificada às quartas
(Foto: Divulgação/PZPN)

A surpreendente seleção da Polônia, que ainda não viu o brilho de Lewandowski, é a primeira classificada às quartas de final da Eurocopa. Num jogo que pintou de vermelho e branco o estádio de Saint-Étienne, na França, os poloneses venceram os suíços nos pênaltis, por 5 a 4, depois de empate em 1 a 1 no tempo normal e de uma prorrogação sem gols. Xhaka perdeu o pênalti que determinou o resultado.

Apesar de nenhum dos dois times apresentar um futebol encantador, o jogo foi bom, com boas chances para ambos os lados. A Polônia marcou primeiro, na etapa inicial, mas a Suíça buscou o empate com um golaço de Shaqiri a nove minutos do fim. Na prorrogação, Fabianski impediu a vitória suíça.

Nas quartas de final, a Polônia pega quem passar do confronto entre Croácia e Portugal, que se enfrentam mais tarde, às 16h (de Brasília), em Lens. Em sua terceira participação na fase final da Eurocopa - a terceira seguida -, a Polônia pela primeira vez fica entre as oito primeiras. Em 2008 e 2012, caiu na fase de grupos, sem vitórias. Já a Suíça segue sem nunca ter chegado às quartas, após quatro participações.

O JOGO - Com 20 segundos de partida, a Suíça saiu jogando errado, Milik bateu sem goleiro, de cima da linha da grande área, e conseguiu a façanha de chutar para fora. Era a chance de um ótimo início, ficando na frente do marcador antes do relógio marcar um minuto, mas a Polônia ainda tardaria em conseguir o gol.

Em um primeiro tempo bastante agitado, a Polônia perdeu pelo menos outras três boas oportunidades. Aos 6, com Milik, de cabeça. Aos 28, com Krychowiak, também pelo alto. E aos 32, novamente com Milik, que matou no peito na área e errou o alvo no chute.

Ainda que a Suíça também criasse algumas oportunidades, era a Polônia que merecia abrir o placar. E abriu. Aos 38, em pela jogada coletiva de contra-ataque, Grosicki avançou pela esquerda e cruzou. Milik fez bonito corta-luz e deixou com Kuba, que bateu na saída do goleiro.

A partida, que já era boa, ficou ainda melhor quando a Suíça precisou começar a jogar. As chances passaram a ser lá e cá, com Fabianski e Sommer impedindo que o placar fosse modificado. Aos 31, Shaqiri chegou a acertar o travessão.

O lance do jogo foi o gol de empate. Após cruzamento da esquerda, Shaqiri acertou uma meia-bicicleta plasticamente perfeita, desde a linha da grande área. A bola foi certeira, no canto esquerdo baixo, sem chances de defesa.

O empate permaneceu por mais 10 minutos, até o apito final, o que exigiu a prorrogação. No tempo extra, as oportunidades de gol rarearam. A Suíça teve a melhor chance, com Derdiyok, mas Fabianski fez uma defesa que garantiu a cobrança dos pênaltis.

Lichtsteiner e Lewandowski fizeram a parte deles, mas Xhaka bateu forte e para longe. Depois, todo mundo acertou, até que Krychowiak converteu a última cobrança, no canto, indefensável.

FICHA TÉCNICA:

SUÍÇA 1 (4) X (5) 1 POLÔNIA

SUÍÇA - Sommer; Lichtsteiner, Schär, Djourou e Ricardo Rodriguez; Behrami (Gelson Fernandes), Dzemaili (Embolo) e Xhaka; Shaqiri, Seferovic e Mehmedi (Derdiyok). Técnico - Vladimir Petkovic.

POLÔNIA - Fabianski; Piszczek, Glik, Pazdan e Jedrzejczyk; Kuba Blaszczykowski, Krychowiak, Maczynski (Jodlowiec) e Grosicki (Peszko); Milik e Lewandowski. Técnico - Adam Nawalka.

GOLS - Kuba, aos 38 minutos do primeiro tempo, e Shaqiri, aos 36 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Mark Clattenburg (Inglaterra).

CARTÕES AMARELOS - Schär e Embolo (Suíça); Pazdan e Jedrzejczyk (Polônia).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Geoffroy Guichard, em Saint-Étienne (França).