24°
Máx
17°
Min

Prefeitura abre licitação para reforma estrutural do estádio do Café

(foto: N.Com/Arquivo) - Prefeitura abre licitação para reforma estrutural do estádio do Café
(foto: N.Com/Arquivo)


 A secretaria de Gestão Pública da prefeitura de Londrina confirmou nesta quinta-feira (24) a abertura da licitação por concorrência pública para recuperação de estruturas do estádio do Café.


 Segundo o presidente da Fundação de Esportes, Vilmar Caus, o edital prevê a revitalização das quatros torres de sustentação dos refletores, além da recuperação da cobertura do setor das cativas e da estrutura onde são fixadas as cadeiras. O valor máximo é de R$ 440 mil.

“Estamos recuperando o estádio aos poucos. Trocamos o gramado, vamos fazer o recape do anel superior. Está todo mundo empenhado para deixar o estádio pronto para a Série B”, afirmou.

 O Londrina tem até a segunda quinzena de abril para entregar os laudos para a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) solicitando a liberação do estádio para receber jogos da Segundona.

 Atualmente, os laudos de engenharia, segurança e prevenção e combate de incêndio estão vencidos. O porta-voz da 4ª Companhia Independente da Polícia Militar, tenente Bruno Franceschetti, afirmou em entrevista ao Show de Bola, da Rede Massa, que vai impedir a liberação do estádio caso a integridade física dos torcedores esteja sob risco. “A arquibancada estava esfarelando, soltando pedaço de britas. Os torcedores podem lançar estes pedaços uns contra os outros, ou até dentro de campo”, exemplificou.

Caso o estádio do Café não seja liberado, o Londrina será obrigado a mandar seus jogos no estádio Willie Davids, em Maringá, já que o regulamento da Série B prevê jogos disputados em estádio com capacidade para mais de 10 mil torcedores.