22°
Máx
16°
Min

Presidente confirma desejo do ídolo e São Paulo abre portas para Rogério Ceni

(Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net) - Presidente confirma desejo do ídolo e São Paulo abre portas para Ceni
(Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

O presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, confirmou nesta segunda-feira uma informação publicada pelo jornal O Estado de S.Paulo no último domingo de que Rogério Ceni pode voltar ao clube como treinador em 2017. "Eu te diria que ele vai ser técnico do São Paulo em algum momento e será muito bom que isso aconteça. Fará bem para a instituição. Ele é sério, obstinado, dedicado, são-paulino... A história dele diz tudo, está se preparando para ser técnico", afirmou o dirigente, em entrevista à rádio Globo. Na sequência, Leco foi questionado se isso poderia acontecer em 2017. "Sim, é uma hipótese, claro que sim".

Após se aposentar no final do ano passado, o ídolo do São Paulo amadureceu uma ideia que surgiu em 2012, quando Rogério Ceni se recuperava de uma lesão no ombro e visitou o espanhol Pep Guardiola e o português José Mourinho, então treinadores de Barcelona e Real Madrid, respectivamente. Depois de analisar algumas possibilidades, ele optou pelo curso da Federação Inglesa de Futebol (FA, na sigla em inglês).

No mês que vem, o ex-goleiro volta à Inglaterra para cursar o segundo módulo. A primeira parte foi concluída em setembro último, quando pôde encontrar com diversos técnicos do Campeonato Inglês, entre eles o alemão Jurgen Klopp, do Liverpool, e o italiano Claudio Ranieri, do Leicester City, e viveu experiências do cotidiano de um técnico. Depois disso, Rogério Ceni poderá ingressar no curso da Union of European Football Associations (Uefa), atrás das licenças A e B, que lhe permitirão trabalhar em qualquer clube do mundo.

REFORÇOS - O São Paulo deseja contar com Rogério Ceni para 2017. A decisão, porém, será do ídolo. O ex-goleiro vai assumir o clube pelo qual dedicou 25 anos como jogador quando se sentir pronto para o desafio. A diretoria vai tentar seduzi-lo com um elenco forte. O atacante Nilmar, que está no Al Nasr, dos Emirados Árabes Unidos, é um dos nomes cotados para reforçar o time do Morumbi.

A diretoria acredita que pelo menos três reforços de peso serão suficientes para convencer o ex-goleiro de começar na nova função. Rogério Ceni foi até cogitado para assumir o time depois da saída de Edgardo Bauza para comandar a seleção da Argentina, mas não seria bom nem para o ídolo nem para o São Paulo. Para o próximo ano, o cenário é diferente.

O ex-goleiro teria tranquilidade para realizar o primeiro trabalho como treinador desde o início de uma temporada. Para um ano que precisa ser de renascimento, ele também não sofre qualquer resistência.