27°
Máx
13°
Min

PSV e Atlético de Madrid empatam sem gols pela Liga dos Campeões

(Foto: Divulgação/EPA/OLAF KRAAK) - PSV e Atlético de Madrid empatam sem gols pela Liga dos Campeões
(Foto: Divulgação/EPA/OLAF KRAAK)

PSV e Atlético de Madrid empataram sem gols no jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões, nesta quarta-feira, em Eindhoven, na Holanda. Apesar do placar sem gols, os dois times fizeram grande duelo, com boas chances para os dois lados. O time espanhol esteve mais perto da vitória por jogar com um a mais em campo na metade final do segundo tempo. No entanto, não aproveitou a vantagem numérica.

Com o placar de 0 a 0, o confronto seguiu aberto para definição no jogo da volta, no dia 15 de março. O Atlético vai receber o PSV no estádio Vicente Calderón, em Madri. Novo empate sem gols leva o duelo para a prorrogação. Igualdade com gols classifica o time holandês, pelo critério de gol fora.

Nesta quarta, os dois times fizeram um duelo respeitoso no início do primeiro tempo, com lances ofensivos pontuais. Ao menos até os 30 minutos, quando a cautela foi substituída pela pressa. E, neste ritmo mais acelerado, Griezmann desperdiçou a melhor oportunidade da etapa aos 29, ao receber lançamento em profundidade de Koke. Cara a cara com o goleiro, bateu mal e parou nas mãos de Zoet.

A resposta do PSV foi quase instantânea. Aos 31, Pröpper finalizou com perigo dentro da área. Oblak defendeu e concedeu rebote. Locadia e Willems tentaram o arremate, no meio do tumulto da área, e pararam no bloqueio da defesa, que contava com o brasileiro Filipe Luís na lateral esquerda.

O bom ritmo acabou no intervalo. Na volta para o segundo tempo, as duas equipes voltaram a se retrair. Insatisfeito, o técnico Diego Simeone colocou Fernando Torres no ataque do Atlético. A situação ficou mais favorável aos espanhóis a partir dos 22 minutos, em razão do cartão vermelho aplicado em Pereiro.

E o jogo voltou a ficar aberto, com chances para os dois lados, embora sem momentos mais agudos no ataque. Aos 33, Torres recebeu pela direita, dentro da área, e bateu forte, para fora. Na sequência, Ángel Correa também arriscou, em belo voleio, mas "carimbou" a defesa.

Com um a mais em campo, o Atlético controlava a partida e já partia para a pressão. Recuado, o PSV se defendia sem esquecer do ataque. No último bom lance dos anfitriões, Lestienne escorou cruzamento da esquerda e mandou para fora, assegurando o placar inalterado no apito final.