27°
Máx
13°
Min

Real bate a Roma na Itália e encaminha vaga às quartas da Liga dos Campeões

(Foto: Divulgação /  Andrew Medichini AP)  - Real bate a Roma na Itália e encaminha vaga às quartas da Liga dos Campeões
(Foto: Divulgação / Andrew Medichini AP)

O Real Madrid conseguiu um grande resultado nesta quarta-feira e encaminhou a vaga para as quartas de final da Liga dos Campeões. Em um jogo de baixo nível técnico, no qual as defesas levaram a melhor sobre os ataques, os espanhóis souberam aproveitar os contragolpes, marcaram com Cristiano Ronaldo e Jesé e venceram por 2 a 0, em plena capital italiana.

O resultado dá uma ótima vantagem para o Real, que pode até perder por um gol de diferença na volta, dia 8 de março, no Santiago Bernabéu, para se classificar à próxima fase. Um novo 2 a 0, mas para a Roma, leva a disputa para a prorrogação. Qualquer triunfo a partir de 3 a 1 dá a vaga aos italianos.

O início do confronto desta quarta já mostrava o cenário que iria se estender por todo ele. As duas equipes pareciam ter mais medo de levar o gol do que vontade de chegar ao primeiro. Somado a isso, a boa disposição tática e as atuações inspiradas das duas defesas impediam qualquer lance de maior perigo.

Por isso, o primeiro tempo se resumiu a duas boas jogadas, uma para cada lado. Aos 16, a Roma chegou perto. Perotti recebeu pela direita e, mesmo apertado pela marcação, conseguiu o cruzamento rasteiro. El Shaarawy bateu por cima. Aos 32, resposta do Real: Cristiano Ronaldo encontrou Marcelo com uma cavadinha. O brasileiro emendou de primeira, girando o corpo, e assustou o goleiro, quase marcando um golaço.

O segundo tempo começou um pouco mais movimentado. Aos nove minutos, a Roma mais uma vez levou perigo à defesa adversária, sempre com El Shaarawy. O veloz atacante recebeu ótimo lançamento, dominou entrando na área, mas Keylor Navas saiu bem e bloqueou antes que ele pudesse finalizar.

A resposta do Real foi fatal, por que aos 11 minutos, apareceu o talento de Cristiano Ronaldo. O português recebeu em profundidade pela esquerda, deu belo corte para o meio e encheu o pé. A bola ainda desviou em Florenzi, que tentou impedir a finalização no carrinho, e encobriu o goleiro.

Em desvantagem, a Roma precisava ir para frente, mas seguia esbarrando na tarde inspirada da defesa madrilenha. As jogadas fluíam bem até a intermediária adversária, quando os zagueiros, principalmente Varane, levavam a melhor. Foi justamente o francês que impediu que Dzeko marcasse aos 25, após ótima jogada de Salah pela direita.

O time da casa ameaçou uma pressão e chegou novamente no minuto seguinte. Após bela troca de passe no ataque, Vainqueur encheu o pé de fora da área, rente à trave. Mais um minuto, e a resposta do Real quase ampliou o placar. James Rodríguez cruzou da direita, Cristiano Ronaldo fechava pela segunda trave e apenas deixou que a bola tocasse sua cabeça na saída do goleiro. A bola foi mansamente para fora, rente à trave.

Os últimos minutos foram de um jogo bem mais aberto. A Roma ficava com a posse e insistia nas jogadas com Salah e Dzeko, como aos 33, quando o bósnio teve boa chance e chutou para fora. Mas o Real parecia mais perto do segundo.

A Roma ainda reclamou muito de um pênalti não marcado sobre Florenzi, que foi atropelado por Carvajal, antes que o Real selasse a vitória. Jesé, que havia acabado e entrar na vaga do inoperante James Rodríguez, recebeu em contra-ataque pela direita e bateu cruzado, vencendo Szczesny.