27°
Máx
13°
Min

Real Madrid usa cláusula de recompra e tira Morata da Juventus

O técnico Zinedine Zidane tem mais uma boa opção ofensiva para o elenco do atual campeão europeu, o Real Madrid. O clube espanhol decidiu resgatar os direitos do atacante Álvaro Morata, que estava defendendo a Juventus e foi revelado no próprio Real. Um comunicado oficial confirmou a contratação na tarde desta terça-feira.

Quando vendeu Morata, em 2014, o Real Madrid colocou uma cláusula no contrato com a Juventus que estabelecia o preço de recompra. Os valores envolvidos na negociação não foram revelados agora ou na época da transação inicial, mas, de acordo com a imprensa europeia, o Real Madrid recebeu 22 milhões de euros (aproximadamente R$ 84 milhões, na atual cotação da moeda) há dois anos e agora vai desembolsar 30 milhões de euros (R$ 115 milhões).

Na equipe de Turim, em duas temporadas, o atacante foi bicampeão italiano e vice da Liga dos Campeões, em 2015. Na ocasião, inclusive marcou o gol que eliminou o Real Madrid nas semifinais do torneio.

"O Real Madrid C. F. comunicou a Juventus FC da decisão de resgatar os direitos federativos do jogador Álvaro Morata, que se incorporará à primeira equipe na pré-temporada sob as ordens de Zinedine Zidane", afirma o comunicado, publicado no site oficial do clube espanhol.

Ainda na última segunda-feira, representantes da Juventus já davam como certo o retorno de Morata ao Real Madrid, o que acabou se tornando realidade nesta terça. O próprio atacante espanhol, de 23 anos, havia declarado anteriormente o seu desejo de voltar ao time.

Morata, de 23 anos, está defendendo a seleção espanhola na Eurocopa, sendo titular da equipe dirigida por Vicente del Bosque. Ele já marcou dois gols no torneio, ambos na partida contra a Turquia.