24°
Máx
17°
Min

Resultado de contraprova de doping é adiado e Corinthians terá Yago na quarta

O técnico Tite recebeu uma boa notícia neste domingo. A contraprova do exame antidoping do zagueiro Yago, que seria divulgada nesta segunda-feira, foi adiada para quinta. Com isso, o jogador, que corria o risco de ser suspenso preventivamente por 30 dias para aguardar o julgamento, está liberado para encarar o Nacional, do Uruguai, nesta quarta, no estádio Itaquerão, em São Paulo, pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa Libertadores.

A decisão de adiar a divulgação do resultado da contraprova partiu da Comissão Antidopagem da Federação Paulista de Futebol (FPF), em conjunto com o laboratório em Los Angeles, dos Estados Unidos, que é responsável por realizar o procedimento.

Yago testou positivo para betametasona, um anti-inflamatório que foi utilizado para combater dores no joelho, no dia 6 de março, no clássico contra o Santos, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Paulista. Consultor médico do Corinthians, Joaquim Grava assumiu a culpa por ter ministrado o medicamento ao zagueiro, o que pode evitar uma punição mais dura.

Durante a semana, o zagueiro afirmou que não teme nenhuma punição por ter usado uma substância proibida. "Confio em tudo mundo no Corinthians. Ninguém me prejudicaria. Erros acontecem e não vou culpar ninguém. É um erro e por isso eu creio em absolvição. Estou tranquilo", disse na última quinta-feira. "Eu não tenho culpa nenhuma e em momento algum quis tirar vantagem. Não tomo medicamento fora do clube, não tenho culpa e acredito que tudo vai dar certo".