28°
Máx
17°
Min

Revoltado por não jogar, Suárez estava como "indisponível" na súmula do Uruguai

(Foto: Renata Silva/Setes) - Revoltado por não jogar, Suárez estava como "indisponível" na súmula do Uruguai
(Foto: Renata Silva/Setes)

Luis Suárez não escondeu a sua revolta por não ter entrado em campo no jogo disputado na noite da última quinta-feira à noite, na Filadélfia, nos Estados Unidos, onde o Uruguai foi derrotado por 1 a 0 pela Venezuela e acabou sendo eliminado da Copa América Centenário. O astro uruguaio chegou a dar um soco na parede da estrutura do banco de reservas ao não ser colocado em campo pelo técnico Óscar Tabárez, que além de deixar o atacante na reserva ainda fez três substituições, mandando Rolán, Lodeiro e Corujo ao gramado em um intervalo de apenas sete minutos no segundo tempo.

Em fase de recuperação de uma lesão na coxa direita, o jogador do Barcelona chegou a aquecer em campo durante a etapa final, na qual entendia que a sua entrada era certa, mas acabou não sendo utilizado pelo treinador e deu um chilique, tendo jogado até o seu colete de reserva no chão.

Após o confronto, porém, soube-se que Suárez era o único jogador que constava em um campo da súmula do jogo do Uruguai que fazia referência à letra I, de "injured" (lesionado). E, ao ser citado no documento da partida desta forma, ele não teria como ser colocado em campo por Tabárez.

Após o confronto, por sua vez, o treinador assegurou que o grande astro da seleção uruguaia ainda não estava em condições ideais para atuar e não jogou por razões médicas. "Não houve nenhuma situação. É o que o disse ontem: Luis não está apto para jogar, mas é um assunto dos médicos e, por mais que jogador se irrite, não vou colocar um jogador que pode se arriscar e não está em 100% de condições. Estive com ele agora há pouco e a mim ele não disse nada", revelou.

Suárez já havia ficado fora da estreia uruguaia na Copa América, na qual a seleção do país caiu por 3 a 1 diante do México, que acabou por eliminar de vez as chances de classificação dos uruguaios para as quartas de final ao derrotar a Jamaica por 2 a 0, em duelo encerrado no início da madrugada desta sexta (no horário de Brasília).

Desta forma, é grande também a chance de Suárez sequer disputar uma partida nesta edição da competição continental, pois o Uruguai apenas cumprirá tabela diante da Jamaica, na segunda-feira, às 23 horas (de Brasília), no confronto que fechará o Grupo C do torneio.