26°
Máx
19°
Min

Ricardo Oliveira faz dois, Santos bate Capivariano e garante liderança na chave

(Foto: Divulgação)  - Ricardo Oliveira faz dois, Santos bate Capivariano e garante liderança na chave
(Foto: Divulgação)

Ricardo Oliveira voltou da seleção brasileira com fome de bola e, neste domingo, foi o nome do jogo ao marcar dois gols na vitória do Santos por 5 a 3 sobre o Capivariano, fora de casa, pela 14.ª e penúltima rodada do Campeonato Paulista. O resultado garantiu ao time alvinegro a liderança do Grupo A e o rebaixamento da equipe de Capivari, na lanterna do Grupo C com 10 pontos.

Com a ponta da chave garantida, o Santos encara o São Bento, na Vila Belmiro, pelas quartas de final do Estadual. O time de Sorocaba garantiu a vaga no segundo lugar do Grupo A, com 24 pontos, seis à frente do Linense. Antes, porém, as duas equipes cumprem tabela pela 15.ª e última rodada da primeira fase. Enquanto o Santos recebe o Audax, na Vila Belmiro, o São Bento enfrenta o São Paulo como mandante.

A partida começou com chances para as duas equipes. Aos 13 minutos, Cléber defendeu chute de Rafael Longuine e evitou gol do Santos. No minuto seguinte, Rodolfo se aproveitou de espaço deixado por Zeca, foi à linha de fundo pela direita e cruzou para a área, mas Alex Barros não alcançou a bola.

Aos 22 minutos, após falha da defesa adversária, o Capivariano abriu o placar. Rodolfo cruzou para a segunda trave, o zagueiro santista Gustavo Henrique não encontrou a bola e Bruno Maia cabeceou colocado no canto direito de Vanderlei.

O Santos não se abalou com o golpe e buscou a virada rapidamente. Aos 26 minutos, Paulinho avançou pela direita e cruzou. Rafael Longuine apareceu sozinho na pequena área e empurrou para as redes. Quatro minutos mais tarde, Longuine acertou belo lançamento para Ricardo Oliveira nas costas da zaga, que reclamou de posição de impedimento. O centroavante ajeitou, deu um chapéu no goleiro e completou de cabeça para fazer 2 a 1.

Antes do término da primeira etapa, o Capivariano ainda marcou dois gols, mas a arbitragem validou apenas um. Aos 38 minutos, após erro na saída de bola do Santos, Alex Santos recebeu na área e chutou na saída do goleiro, mas o bandeira viu impedimento. Já nos acréscimos, aos 47, Bruno Maia pegou sobra da zaga santista e estufou as redes, deixando tudo igual no intervalo.

O segundo tempo começou com um Santos mais ofensivo, com direito a gol perdido por Ricardo Oliveira aos seis minutos. Mas aos 13, após chute de Vitor Bueno defendido pelo goleiro, o artilheiro ficou com o rebote e não perdoou, fazendo o terceiro do time alvinegro.

Vitor Bueno coroou a sua boa atuação com um golaço aos 21 minutos. O meia tocou a bola por baixo das pernas de Vicente, deixando o marcador no chão, e encobriu o goleiro Cléber para deixar o placar em 4 a 2.

Nos minutos finais da partida, o Santos ainda conseguiu marcar o quinto gol aos 42 minutos com Gabriel, que havia entrado no lugar de Paulinho, e o Capivariano descontou já nos acréscimos com Kleiton Domingues.

FICHA TÉCNICA

CAPIVARIANO 3 x 5 SANTOS

CAPIVARIANO - Cléber Alves; Maguinho, Leandro Silva, Bruno Maia e Vicente (Chico); Fabrício Lusa (Kleiton Domingues), Wigor e Jácio; Alex Barros, Rodolfo e Alex (Jeam). Técnico: Roberto Fernandes.

SANTOS - Vanderlei; Victor Ferraz, Gustavo Henrique, David Braz e Zeca; Thiago Maia, Rafael Longuine (Lucas Crispim), Vitor Bueno e Lucas Lima (Elano); Paulinho (Gabriel) e Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior.

GOLS - Bruno Maia, aos 22 e aos 47, Rafael Longuine, aos 26, e Ricardo Oliveira, aos 30 minutos do primeiro tempo; Ricardo Oliveira, aos 13, Vitor Bueno, aos 21, Gabriel, aos 42, e Kleiton Domingues, aos 47 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Wigor e Jácio (Capivariano); Vanderlei, Gustavo Henrique, Thiago Maia, Vitor Bueno, Elano e Gabriel (Santos).

ÁRBITRO - Rodrigo Guarizo do Amaral.

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Arena Capivari, em Capivari (SP).