23°
Máx
12°
Min

Ricardo Oliveira marca três e classifica o Santos na Copa do Brasil

(Foto: Divulgação)  - Ricardo Oliveira marca três e classifica o Santos na Copa do Brasil
(Foto: Divulgação)

Ricardo Oliveira fez com que um jogo que poderia ser perigoso e complicado, como foi na semana passada, se tornasse um passeio e uma vitória tranquila do Santos por 3 a 0 sobre o Gama, na Vila Belmiro. O resultado, obtido na noite desta quarta-feira, classifica a equipe alvinegra para as oitavas de final da Copa do Brasil.

No jogo de ida, um empate por 0 a 0, com má atuação dos santistas, fez com que os santistas entrassem mais ligados no jogo, para evitar zebras. Mas os três gols de Ricardo Olivera resolveram a situação. Na próxima fase, os confrontos serão definidos através de sorteio e as equipes que disputaram a Libertadores entrarão na competição, casos de São Paulo, Corinthians, Palmeiras, Internacional, Grêmio e Atlético-MG.

Aquilo que era esperado ver no primeiro jogo só aconteceu na partida realizada na Vila Belmiro. O Santos foi muito superior durante toda a partida e venceu sem sustos. Os desfalques não fizeram falta, casos de Lucas Lima, Victor Ferraz, Zeca, Thiago Maia e Gabriel - quase meio time.

A boa marcação do Gama, quando jogou em casa, deu espaço para uma desorganizada defesa. É verdade, porém, que o time de Brasília mostrou valentia e mesmo com o placar adverso na maior parte do jogo, não desistiu de tentar marcar pelo menos um gol.

Após muita pressão e alguns rebotes do goleiro Maringá, o Santos abriu o placar com um belo gol de seu artilheiro, após jogada dos zagueiros. Aos 26, a defesa do Gama cortou mal, Luiz Felipe recuperou a bola, Gustavo Henrique desviou para Ricardo Oliveira, que ajeitou e da grande área acertou um belo chute da esquerda, sem chances para o goleiro.

Ainda em ritmo de treino, o Santos ampliou. Em uma rara oportunidade em que o Gama conseguiu deixar o campo de defesa, perdeu a bola na frente da área santista e propiciou o contra-ataque que acabou com Vitor Bueno lançando Léo Cittadini, que foi derrubado dentro da área. Ricardo Oliveira, aos 44, mesmo escorregando, conseguiu ampliar a vantagem.

No segundo tempo, o Gama deu uma leve melhora e conseguiu até arriscar um chute ao gol de Vanderlei, que fez boa defesa. E, aos 12, Vitor Bueno saiu em velocidade, deu um belo drible no marcado, entrou na área escorregando, mas mesmo assim o goleiro Maringá o tocou e cometeu pênalti. Ricardo Oliveira mais uma vez bateu firme e fez o terceiro.

O Gama "sentiu" o terceiro gol e a pouca força que mostrava para se aventurar ao ataque acabou. Daniel Guedes quase fez o quarto, em chute cruzado. Maringá, meio desajeitado, conseguiu fazer a defesa. E os minutos finais foram de um Santos administrando o resultado, sem correr riscos, contra um Gama valente, mas muito limitado tecnicamente. Fim de temporada para a equipe de Brasília, que não conseguiu a classificação para nenhuma divisão do Campeonato Brasileiro, e o Santos está nas oitavas da Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA:

SANTOS 3 x 0 GAMA

SANTOS - Vanderlei; Daniel Guedes, Luiz Felipe (David Braz), Gustavo Henrique e Caju; Leo Cittadini, Renato, Vitor Bueno e Vecchio (Elano); Copete (Joel) e Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior.

GAMA - Maringá; Dudu Gago (Gordo), Pedrão, Murilo e Felipe Assis; Eduardo, Michel Pires, Jeferson Paulista (Ítalo) e Baiano; David e Roberto. Técnico: Reinaldo Gueldini.

GOLS - Ricardo Oliveira, aos 26 e aos 44 minutos (pênalti) do primeiro tempo. Ricardo Oliveira (pênalti), aos 12 do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Maringá, Murilo, David, Michel, Copete, Eduardo e Pedrão.

ÁRBITRO - Diego Pombo Lopez (BA)

RENDA - R$ 147.395,00.

PÚBLICO - 9.833 pagantes.

LOCAL - Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP).