24°
Máx
17°
Min

Rivais de Manchester, City e United querem ter Neymar na próxima temporada

Tanto Manchester City quanto Manchester United fariam de Neymar a estrela número um do time (Foto: Rafael Ribeiro/ CBF) - Rivais de Manchester, City e United querem ter Neymar na próxima temporada
Tanto Manchester City quanto Manchester United fariam de Neymar a estrela número um do time (Foto: Rafael Ribeiro/ CBF)

As especulações sobre o futuro de Neymar só vão acabar quando ele assinar a renovação de seu contrato com o Barcelona. Ou então quando ele fechar com outro clube. E o rumor do momento na Espanha diz que Manchester City e Manchester United estão dispostos a pagar a cláusula rescisória de 190 milhões de euros (R$ 817 milhões) para contratá-lo no meio do ano.

Os dois rivais da cidade de Manchester querem um craque de primeira grandeza para a próxima temporada, mas para pagar essa fortuna que transformaria Neymar no jogador mais caro da história - o recorde hoje pertence ao galês Gareth Bale, que custou 100 milhões de euros (R$ 432 milhões) ao Real Madrid - precisam ter a certeza de que disputarão a próxima Liga dos Campeões da Europa. Sem a vaga no principal - e mais rentável - torneio da Europa, o investimento demoraria mais para se pagar.

O Manchester City ocupa hoje a quarta colocação do Campeonato Inglês com 47 pontos, atrás de Tottenham, Arsenal (ambos com 48) e Leicester City (53). O Manchester United está em quinto com 41. Os três primeiros garantem vaga na fase de grupos e o quarto tem de jogar uma etapa preliminar.

Um dos trunfos do Manchester City é o seu "sangue catalão". O CEO Ferran Soriano e o diretor de futebol Txiki Begiristain são oriundos do Barcelona e na próxima temporada o treinador será Pep Guardiola, por quem Neymar tem grande admiração.

O pai de Neymar ajuda a alimentar os rumores sobre a possível saída do filho do Barcelona porque em entrevistas nunca diz que o contrato será renovado

Guardiola quis levar o craque brasileiro para o Bayern de Munique em 2013, quando chegou ao clube alemão, mas a diretoria lhe disse que havia acabado de contratar Mario Götze e não tinha como bancar outra operação de grande porte.

Tanto Manchester City quanto Manchester United fariam de Neymar a estrela número um do time, um patamar que a curto prazo ele não tem como alcançar no Barcelona por causa da presença de Messi.

O pai de Neymar ajuda a alimentar os rumores sobre a possível saída do filho do Barcelona porque em suas entrevistas nunca diz de maneira taxativa que o contrato será renovado. Afirma que o filho está feliz e que quer ficar, mas sempre deixa um "mas" que mantém a torcida e a diretoria do clube da Catalunha com a pulga atrás da orelha.

Desde que começaram as especulações - e as primeiras falavam do interesse do Real Madrid em pagar a cláusula para ter Neymar - a estratégia dos dirigentes do Barcelona tem sido declarar publicamente que estão tranquilos e que não há motivo para achar que o craque deixará o clube. Nesta quarta-feira foi a vez de o vice-presidente Carles Villarubí se manifestar. "Temos certeza de que Neymar renovará".