28°
Máx
17°
Min

Robinho marca três, Atlético goleia e assume a ponta do Mineiro

(Foto: Divulgação)  - Robinho marca três, Atlético goleia e assume a ponta do Mineiro
(Foto: Divulgação)

Depois de passar em branco na estreia pelo Atlético-MG, Robinho desencantou neste domingo, marcou três gols e comandou o time na goleada sobre o Tombense por 4 a 1, no estádio Independência, pela sexta rodada do Campeonato Mineiro.

O resultado deixa a equipe alvinegra provisoriamente na liderança da competição, com 13 pontos. O Cruzeiro, com 11, pode fechar o dia na ponta caso bata a Caldense às 18h30. O Tombense continua na lanterna, com quatro.

A partida deste domingo também foi a primeira que o quarteto ofensivo considerado titular atuou junto. Luan, Cazares, Robinho e Lucas Pratto demonstraram que ainda falta entrosamento e o primeiro tempo terminou sem gols.

Na etapa final, Dátolo substituiu Cazares e o Atlético conseguiu transformar a superioridade em gols. Aos 10, Dátolo fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Pratto, na direita. O argentino chutou, a bola sobrou para Luan, que só teve o trabalho de empurrar para a rede.

A partir daí só deu Robinho. Dois minutos mais tarde, Marcos Rocha cobrou escanteio da direita e o camisa 7 cabeceou para ampliar. O Tombense não esboçava reação e levou o terceiro aos 24. Robinho tabelou com Marcos Rocha, limpou Jean e bateu colocado para fazer 3 a 0. Com a vitória praticamente sacramentada, o Atlético tirou o pé e viu os visitantes diminuírem. Aos 31, Joilson lançou para Paulo Otávio, que aproveitou vacilo da defesa e tocou na saída de Victor.

Robinho continuava inspirado e teve a chance de marcar o terceiro dele no jogo aos 39. Ele recebeu de Rafael Carioca, passou por um marcador, invadiu a área e bateu para boa defesa de Darley, que mandou para escanteio.

Nos acréscimos, no entanto, o destaque da partida não perdoou. Patric cruzou da direita, Robinho apareceu na segunda trave e mandou de primeira para as redes: 4 a 1. O árbitro não deu nem tempo de o adversário dar a saída e encerrou a partida. Robinho pegou a bola do jogo, como reza a tradição de quem marca três gols na mesma partida, e desceu para o vestiário.