28°
Máx
17°
Min

Santa Cruz empata com Chapecoense no Sul e pode perder a liderança neste domingo

(Foto: Divulgação/Chapecoense) - Santa Cruz empata com Chapecoense no Sul e pode perder a liderança neste domingo
(Foto: Divulgação/Chapecoense)

Grande sensação deste início de Campeonato Brasileiro, o líder Santa Cruz conseguiu um bom resultado fora de casa ao empatar por 1 a 1 com a Chapecoense, neste sábado, na Arena Condá, em Chapecó (SC), em jogo pela quarta rodada. Agora são duas vitórias - goleadas no Recife contra Vitória e Cruzeiro - e dois empates como visitante - o outro foi com o Fluminense, no Rio. No entanto, o time pernambucano pode perder a liderança neste domingo.

Com ponto conquistado na região Sul do país, o Santa Cruz foi a 8 e se desvencilhou da dupla gaúcha Grêmio e Internacional. No entanto, o clube do Recife pode ser ultrapassado no complemento da rodada pelos dois, que têm sete pontos cada, e pelo Palmeiras, que soma seis. A Chapecoense, também com seis pontos, está em quinto lugar e invicta como o rival pernambucano.

Pela quinta rodada, o Santa Cruz terá um grande desafio pela frente. Na quarta-feira, às 21 horas, fará o clássico pernambucano contra o Sport, no estádio do Arruda, no Recife, que deverá estar lotado. Será uma reedição da final do Estadual, vencida pelo time tricolor - que também conquistou o título da Copa do Nordeste deste ano. A Chapecoense jogará no mesmo dia e horário contra o Coritiba, no estádio Durival de Britto, em Curitiba.

Em campo, a Chapecoense teve mais atitude que o Santa Cruz e foi ao ataque desde o início. No entanto, as chances de gol foram poucas e ineficientes. Com a ideia de jogar no erro adversário, o time pernambucano aproveitou uma bobeada da zaga catarinense para abrir o placar aos 37 minutos do primeiro tempo. Keno fez o cruzamento pela esquerda na segunda trave. Sozinho sem marcação, Arthur cabeceou no canto esquerdo de Danilo, que conseguiu espalmar, mas a bola bateu na trave e entrou.

Na segunda etapa, o Santa Cruz seguiu se defendendo e buscando um contra-ataque mortal, mas não teve sucesso. O atacante Grafite, artilheiro do Brasileirão com seis gols, desta vez passou em branco. E o castigo veio aos 38 minutos. Silvinho cruzou da esquerda e Lucas Gomes deu o peixinho para tentar a cabeçada para o gol. Só que a bola bateu nas costas do lateral-esquerdo Tiago Costa, que também pulou na jogada, e foi para as redes.

"Foi gol contra. Subi junto com ele, a bola bateu nas minhas costas e entrou no gol. Foi uma desatenção nossa", disse Tiago Costa, em entrevista após o jogo, lamentando o empate. "Na dividida, não sei em quem bateu a bola. O importante é que a bola entrou. Mas não na quantidade de vezes que queríamos. A equipe está de parabéns. Não é à toa que o Santa Cruz é líder. Agora, é levantar a cabeça", opinou Lucas Gomes.

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE 1 x 1 SANTA CRUZ

CHAPECOENSE - Danilo; Cláudio Winck (Gimenez), Marcelo, Thiego e Dener Assunção; Gil, Josimar (Hyoran) e Cleber Santana; Lucas Gomes, Kempes (Bruno Rangel) e Silvinho. Técnico: Guto Ferreira.

SANTA CRUZ - Tiago Cardoso; Léo Moura (Everaldo), Alemão, Danny Morais e Tiago Costa; Uillian Correia, João Paulo e Wallyson (Alex Bolaño); Arthur, Keno (Allan) e Grafite. Técnico: Milton Mendes.

GOLS - Arthur, aos 37 minutos do primeiro tempo; Tiago Costa (contra), aos 38 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Cleber Santana (Chapecoense); Grafite, Tiago Costa, Wallyson e Keno (Santa Cruz).

ÁRBITRO - Rafael Traci (PR).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Arena Condá, em Chapecó (SC).