21°
Máx
17°
Min

Sem espaço no United, Schweinsteiger descarta defender outro time da Europa

Schweinsteiger ressaltou que espera seguir defendendo o time inglês (Foto: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil) - Schweinsteiger descarta defender outro time da Europa
Schweinsteiger ressaltou que espera seguir defendendo o time inglês (Foto: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil)

Sem espaço atualmente no time do Manchester United sob o comando do técnico José Mourinho, Bastian Schweinsteiger descartou nesta quarta-feira a possibilidade de se transferir para outro clube da Europa e ressaltou que esperar seguir defendendo o time inglês na continuidade de sua carreira.

O meio-campista de 32 anos de idade ainda não atuou nesta temporada europeia, que marca a primeira com o treinador português à frente da equipe. E ele já foi relegado a treinar com os reservas do clube e já teria sido avisado pelo comandante de que o mesmo não contava com o seu futebol.

Um dos principais líderes da seleção alemã campeã do mundo na Copa de 2014, no Brasil, Schweinsteiger se aposentou do time nacional após defendê-lo na Eurocopa deste ano, na qual o país foi eliminado pela anfitriã França nas semifinais.

E até então vinha se mantendo de boca fechada, evitando comentar a sua situação no Manchester United. Entretanto, após especulações de que poderia voltar ao Bayern de Munique para concluir a carreira no clube no qual se consagrou, ele avisou nesta quarta-feira, por meio de sua página no Twitter: "MUFC (Manchester United Football Club) será o meu último clube na Europa. Eu respeito ouros clubes, mas o Manchester United foi o único que poderia me fazer deixar o Bayern de Munique".

Em seguida, mandou um recado de forma indireta a José Mourinho. "Eu estarei pronto, se o time precisar de mim. Isso é tudo que eu posso dizer sobre a situação atual. Quero agradecer aos torcedores pelo incrível apoio ao longo dos últimas semanas", escreveu o experiente jogador, que também defendeu a Alemanha com sucesso nas Copas de 2006 e 2010.

Apesar do histórico vitorioso como jogador, Schweinsteiger vem sofrendo com seguidas lesões nos últimos anos, fato que tem atrapalhando a manutenção da condição física ideal, e viu seu espaço no Manchester United ficar ainda mais reduzido após a milionária contratação do meia francês Paul Pogba junto à Juventus, da Itália.

Schweinsteiger e Podolski, outro que anunciou a sua aposentadoria da seleção alemã, serão homenageados com um jogo de despedida do time nacional no próximo dia 31, em amistoso contra a Finlândia, em Mönchengladbach.

Com 500 partidas disputadas pelo Bayern de Munique, pelo qual marcou 68 gols, Schweinsteiger ganhou pelo clube oito títulos do Campeonato Alemão e também faturou uma Liga dos Campeões em 2013, entre outras conquistas de expressão.