21°
Máx
17°
Min

Sessentão, Londrina faz 6 no Parauapebas; Keirrison e Itamar ‘debutam’

A comemoração dos 60 anos do Londrina Esporte Clube ganhou uma festa recheada na noite de quarta-feira (6) no VGD. Pela primeira fase da Copa do Brasil, o Tubarão goleou o Parauapebas (PA) por 6 a 0, com direito a gols do estreante Itamar e do atacante Keirrison, que voltou a balançar as redes depois de quase um ano e meio.

Agora o alviceleste espera a definição do confronto entre Cruzeiro e Campinense (PB), que se enfrentam nos dias 20 e 27 de abril, para conhecer o adversário na segunda fase.

Com a vantagem de ter vencido a primeira partida por 1 a 0 no Pará, a tarefa do Tubarão ficou ainda mais fácil já a partir dos nove minutos, quando Julio Pacato cruzou da direita e Keirrison, mostrando oportunismo, desviou para o gol. 

Aproveitando o clima da Exposição Agropecuária e Industrial de Londrina, que começa nesta quinta, o Tubarão ‘abriu a porteira’ de vez aos 15 minutos, quando Airton cometeu pênalti em Bidia após rebote do goleiro e acabou expulso. Na cobrança, Netinho fez 2 a 0.

Depois de frear o ritmo e administrar a vantagem na primeira etapa, o alviceleste voltou faminto para o segundo tempo. Logo a um minuto, Wellisson acertou o travessão. Quatro minutos depois, Rafael Gava aproveitou o bate-rebate dentro da área para fazer o terceiro.

Aos 14, uma pintura do ataque. Netinho acionou Keirrison, que deu um belo passe de calcanhar e deixou Júlio Pacato na cara do gol.

Depois da bela jogada, K9 deixou o campo para a entrada do recém-contratado Itamar, que não foi inscrito a tempo no Campeonato Paranaense mas estará disponível para a Série B.

Questionado desde que chegou ao clube por aparentar estar acima do peso, o atacante precisou de apenas meia hora para conquistar a torcida. Aos 34 minutos, recebeu passe na direita, invadiu a área e mandou uma bomba, sem chances para o goleiro Maycki Douglas. Dois minutos depois, recebeu passe na área e bateu com categoria, fechando o placar e mandando beijinhos para a torcida.

“Trabalhei bastante. Acho que só a comissão técnica sabe o que eu passei. Centroavante vive de gols, e eu entrei pensando em fazer um gols. Fiz dois, é um para a torcida e outro para mim. Agora é seguir trabalhando”, disse o atacante após o jogo.