22°
Máx
17°
Min

Shevchenko é confirmado como novo técnico da seleção da Ucrânia

O ex-jogador de apenas 39 anos de idade assumiu o posto que vinha sendo ocupado por Mijaíl Fomenko. (Foto: Getty Images) - Shevchenko é confirmado como novo técnico da seleção da Ucrânia
O ex-jogador de apenas 39 anos de idade assumiu o posto que vinha sendo ocupado por Mijaíl Fomenko. (Foto: Getty Images)

Maior jogador da história do futebol da Ucrânia, Andriy Shevchenko foi oficialmente confirmado nesta sexta-feira como novo técnico da seleção do país. O ex-jogador de apenas 39 anos de idade assumiu o posto que vinha sendo ocupado por Mijaíl Fomenko, demitido após o país ser eliminado da Eurocopa, na França, com três derrotas e nenhum gol marcado na competição encerrada no último domingo.

Eleito Bola de Ouro pela revista France Football em 2004, quando a premiação promovida pela tradicional publicação ainda não era unificada com a realizada anualmente pela Fifa para escolher o melhor jogador do mundo, Shevchenko assinou um contrato de dois anos, sendo que o acordo prevê a renovação por mais dois em caso de sucesso no cargo.

Com a missão principal de levar a Ucrânia à Copa do Mundo de 2018, na Rússia, Shevchenko já havia sido integrado à comissão técnica do time nacional antes da disputa da Eurocopa, na qual substituiu o assistente Olexandr Zavarov. Na França, porém, os ucranianos não tiveram sucesso ao serem superados por Alemanha (2 a 0), Polônia (1 a 0) e Irlanda do Norte (2 a 0).

Além de Shevchenko, a comissão técnica da Ucrânia contará com os italianos Andrea Maldera e Mauro Tassoti, este último ex-companheiro do astro no Milan, e o espanhol Raúl Riancho, ex-auxiliar técnico do Dínamo de Kiev.

Com 48 gols e 111 partidas como jogador da seleção ucraniana, ele fará justamente no time nacional o seu primeiro trabalho como treinador. Ele se aposentou dos gramados após disputar a Eurocopa de 2012, encerrando uma carreira de grande sucesso principalmente com as camisas do Dínamo de Kiev e do Milan, no qual se tornou uma estrela e brilhou com muitos gols entre 1999 e 2006, antes de uma rápida segunda passagem pelo clube na temporada 2008/2009. Ele também jogou três anos pelo Chelsea, mas não ficou nem perto de reeditar o desempenho exibido na equipe italiana.

Já com a camisa da seleção da Ucrânia, na qual estreou com apenas 17 anos de idade, Shevchenko chegou a ajudar o país a se classificar para as quartas de final da Copa do Mundo de 2006, na Alemanha.