22°
Máx
16°
Min

Shevchenko volta ao futebol como auxiliar técnico da seleção ucraniana

Maior nome da história do futebol ucraniano, Andriy Shevchenko vai reforçar a seleção da Ucrânia na Eurocopa deste ano. O ex-atacante, entretanto, não irá entrar em campo. Aos 39 anos, o craque assumiu nesta terça-feira o cargo de auxiliar técnico do treinador Mykhaylo Fomenko.

Coube ao treinador fazer o anuncio à imprensa, nesta terça: "Nós fizemos a escolha em favor de Shevchenko, que vai trabalhar com a comissão técnica da seleção", disse ele, explicando que o contrato do seu antigo auxiliar, Olexandr Zavarov, não foi renovado.

Em 2012, Shevchenko chegou a negociar com a Federação de Futebol da Ucrânica (FFU), mas recusou o convite para assumir como técnico da seleção porque não tinha a licença exigida pela Uefa. Após um curso de dois anos, ele agora tem esse diploma e pode fazer parte da comissão técnica.

"Depois de quase quatro anos de férias, estou voltando ao grande futebol, como técnico. Eu trabalhei como grandes técnicos, como Valery Lobanovskyi, Carlo Ancelotti e Jose Mourinho e ganhei muita experiência", destacou o ex-atacante.

Com 48 gols em 111 jogos, Shevchenko é o maior artilheiro da história da seleção ucraniana. Revelado pelo Dínamo Kiev, o atacante brilhou pelo Milan, clube que defendeu entre 1999 e 2006 e de 2008 a 2009. Neste meio tempo, jogou pelo Chelsea. Depois, encerrou a carreira no Dínamo, em 2012.