27°
Máx
13°
Min

Sofrido e com gol no final, São Paulo ganha de virada na sua volta ao Morumbi

O zagueiro Maicon salvou o São Paulo aos 45 minutos do segundo tempo e definiu a virada por 2 a 1 sobre o Oeste, neste sábado, na volta ao estádio do Morumbi, na capital, pela 14.ª e penúltima rodada do Campeonato Paulista. Foi o terceiro jogo em que o time consegue um tento no final do jogo - os outros foram diante do Linense e Botafogo.

O gol de centroavante, feito com oportunismo e presença de área, representou a redenção do defensor dentro do jogo. Ele havia perdido um pênalti sofrido pelo atacante argentino Calleri no segundo tempo, quando o jogo estava empatado por 1 a 1. Detalhe: dos seis últimos pênaltis que o São Paulo teve a seu favor, cinco foram desperdiçados.

O gol deixou o time em uma situação confortável no Paulistão. Se a Ferroviária, que tem 16 pontos, não vencer o Botafogo neste domingo, em Araraquara (SP), o São Paulo, que chegou aos 22, já estará classificado. O Oeste é o segundo time rebaixado - o primeiro é o Rio Claro.

Maicon vem ganhando espaço rapidamente. Neste sábado, ele tomou a iniciativa de cobrar o pênalti contrariando a ordem do técnico argentino Edgardo Bauza, que havia definido Paulo Henrique Ganso como cobrador oficial.

O retorno ao Morumbi depois de quatro meses de reforma não significou uma renovação na postura e no padrão do São Paulo, mudança profetizada por muitos jogadores. O novo gramado, as medidas padrão Fifa e as traves com as cores do clube foram apenas uma nova moldura para as atuações irregulares e pouco inspiradas da temporada. A equipe voltou a mostrar lentidão, falta de conjunto e poucas finalizações.

Edgardo Bauza também cometeu erros, como escalar dois volantes de marcação em casa diante de um rival interior tecnicamente. Mesmo tão preocupado com a defesa, o São Paulo permitiu que o time de Itápolis (SP) abrisse o placar no único ataque do primeiro tempo. Foi com Cristiano, aos 43 minutos.

No segundo tempo, o São Paulo melhorou por causa da aproximação dos meias e atacantes de velocidade. Os dois gols, no entanto, saíram com toques quase involuntários. Hudson encobriu o goleiro, aos 10 minutos, sem querer e Maicon resolveu sem jeito aos 45.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 2 x 1 OESTE

SÃO PAULO - Denis; Bruno (Caramelo), Rodrigo Caio, Maicon e Mena; Hudson, Thiago Mendes (Lucas Fernandes), Michel Bastos, Daniel (Kelvin) e Paulo Henrique Ganso; Calleri. Técnico: Edgardo Bauza.

OESTE - Leandro Santos; Léo Príncipe, Brinner, Matheus Salustiano e Fernandinho; Elivelton, Guilherme

Amorim (Dionísio), Leandro Mello (Renan) e Mazinho; Cristiano (Ricardo Bueno) e Maurinho. Técnico:

Serjão (interino).

GOLS - Cristiano, aos 43 minutos do primeiro tempo; Hudson, aos 10, e Maicon, aos 45 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Calleri (São Paulo); Cristiano, Lucas Fernandes e Leandro Santos (Oeste).

ÁRBITRO - Raphael Claus (Fifa).

RENDA - R$ 267.312,00.

PÚBLICO - 10.052 pagantes.

LOCAL - Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP).