22°
Máx
16°
Min

Sport leva susto, mas embala no 2º tempo e atropela Chapecoense na Ilha do Retiro

(Foto: Divulgação)  - Sport leva susto, mas embala no 2º tempo e atropela Chapecoense
(Foto: Divulgação)

Na primeira partida sem Guto Ferreira no comando, a Chapecoense sofreu uma impactante derrota, apenas a segunda no Campeonato Brasileiro. Neste domingo, o Sport não tomou conhecimento da equipe catarinense e aplicou uma goleada por 5 a 1, na Ilha do Retiro, em jogo válido pela 11.ª rodada.

Rodney Wallace, Rithelly, Diego Souza, Ronaldo e Thiego, contra, fizeram os gols da vitória do time pernambucano, e Ananias descontou para os visitantes. Com o resultado, o Sport foi a 12 pontos e deixou a zona de rebaixamento, passando a ocupar a 16.ª posição. Já a Chapecoense, que atuou sob o comando interino de Emerson Cris enquanto Caio Júnior não assume, estacionou nos 15 pontos, em 11.º lugar.

O JOGO - Na primeira etapa, a Chapecoense deu a primeira finalização, com um chute de Rafael Bastos no meio do gol, defendido por Magrão. No entanto, o Sport levou perigo com Diego Souza, aos sete, e abriu o placar aos nove. Improvisado na lateral esquerda, o costarriquenho Rodney Wallace tentou cruzamento próximo da linha de fundo, encobriu o goleiro e acertou um lindo gol sem querer. Mesmo assim, os donos da casa largaram na frente.

Melhor em campo, o Sport não se acomodou com o primeiro gol e foi para cima, mas não conseguiu ampliar no primeiro tempo. Aos 21, Gabriel Xavier bateu de longe e Danilo fez uma boa defesa. Seis minutos mais tarde, Diego Souza avançou com a bola e, na meia-lua, foi desarmado por Marcelo com um carrinho limpo.

A Chapecoense voltou para o segundo tempo com Ananias no lugar de Lucas Gomes e a mudança no ataque surtiu efeito em menos de um minuto. Aos 50 segundos, Marcelo acertou um belo passe para o companheiro que havia acabado de entrar. O atacante avançou e chutou na saída de Magrão, que ainda tocou na bola, mas não evitou o empate.

Apesar do susto, o Sport impôs uma blitz e logo abriu dois gols na frente. Aos oito minutos, em cobrança de escanteio, Rithely subiu mais que a zaga catarinense e marcou o segundo. Três minutos depois, Rodney Wallace cruzou forte, o goleiro Danilo tentou espalmar, mas acertou o zagueiro Thiego e a bola acabou no fundo das redes.

Incansável, o time pernambucano seguiu agredindo e logo saiu o quarto gol, o mais bonito do jogo. Em contra-ataque veloz pela direita, Samuel Xavier cruzou na medida para Diego Souza emendar um belo voleio e sair para vibrar com a torcida. O árbitro não gostou da comemoração e aplicou cartão amarelo para o meia.

Aos 31 minutos foi a vez de uma substituição do Sport se transformar em gol. Ronaldo entrou no lugar de Rodrigo Mancha e, no seu primeiro lance, recebeu pela direita e acertou um forte chute no canto esquerdo de Danilo. Pela vibração junto da torcida, ele também foi advertido com um amarelo.

Pela sequência do Campeonato Brasileiro, o Sport volta a campo às 19h30 da próxima quarta-feira, contra o Vitória, no Barradão. No mesmo dia, mas às 21 horas, a Chapecoense contará com a estreia do técnico Caio Júnior na partida contra o Cruzeiro, na Arena Condá.

FICHA TÉCNICA:

SPORT 5 X 1 CHAPECOENSE

SPORT - Magrão; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Rodney Wallace; Rodrigo Mancha (Ronaldo) e Rithely; Gabriel Xavier, Everton Felipe e Diego Souza (Clayton); Edmílson (Rogério). Técnico - Oswaldo de Oliveira.

CHAPECOENSE - Danilo; Gimenez, Marcelo, Thiego e Claudio Winck; Josimar, Rafael Bastos (Arthur Maia) e Cleber Santana; Lucas Gomes (Ananias), Bruno Rangel e Silvinho (Neném). Técnico - Emerson Cris.

GOLS - Rodney Wallace, aos nove minutos do primeiro tempo; Ananias, aos 50 segundos, Rithely, aos oito, Thiego (contra), aos 11, Diego Souza, aos 18, e Ronaldo, aos 32 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Dewson Fernando Freitas da Silva (Fifa-PA)

CARTÕES AMARELOS - Rodrigo Mancha, Gabriel Xavier, Diego Souza e Ronaldo(Sport); Lucas Gomes e Silvinho (Chapecoense).

RENDA E PÚBLICO - não divulgados.

LOCAL - Ilha do Retiro, no Recife (PE).