24°
Máx
17°
Min

STJD nega recurso do Londrina por unanimidade; tabela é mantida

(foto: Wellington Campos) - STJD nega recurso do Londrina por unanimidade;  tabela é mantida
(foto: Wellington Campos)

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) negou, por unanimidade, o recurso impetrado pelo Londrina Esporte Clube para tentar reverter a decisão do tribunal paranaense e recuperar seis pontos perdidos pela escalação irregular do volante Germano na partida de estreia do Estadual.

Com isto, está mantida a tabela de classificação da primeira fase, com o alviceleste na quinta posição. A Federação Paranaense de Futebol deve homologar nesta tarde os jogos de ida das quartas de final. 

  •  Foz do Iguaçu x Paraná
  • PSTC x J.Malucelli
  • Londrina x Atlético Paranaense
  • Toledo x Coritiba

A audiência marcada para as 10h no pleno do STJD atrasou por conta do fechamento do aeroporto Santos Dumont, prejudicando a chegada de auditores vindos de São Paulo. A sessão começou às 11h20 e o caso do Londrina, que era o penúltimo entre os dez previstos, foi antecipado para segundo.

A análise durou pouco mais de 20 minutos, e o Tubarão foi defendido pelo advogado Domingos Moro. "Tínhamos uma missão difícil. O fato era muito bem caracterizado e de quase impossível combate. Conseguimos o efeito suspensivo, que deve ter dado ao grupo do Londrina um estímulo maior para buscar a classificação por méritos próprios. Chegamos até o final com chance de reverter", disse o advogado em entrevista à rádio Paiquerê AM.

"Domingo, quando terminou a primeira fase, com a composição dos jogos, eu achei que isso ia nos atrapalhar. Era muito ingrediente para um balaio só. Muita pressão para que a competição fosse mantida. Houve tentativa da própria federação de que o Londrina desistisse do processo", declarou.

Relembre o caso

Germano foi denunciado por agredir o lateral Norberto, do Coritiba, na partida de ida das semifinais do Paranaense 2014. O árbitro não viu o lance, que também não foi relatado em súmula.

No entanto, a imagem da agressão chegou até o TJD, que decidiu pela suspensão do atleta por uma partida. Como a decisão foi proferida em 12 de maio, quando o campeonato já havia acabado, a suspensão valeria para a primeira partida do Estadual no ano seguinte.

O Londrina alegou não ter sido avisado formalmente da punição por ter trocado o endereço de e-mail. Germano atuou os 90 minutos contra o PSTC, na vitória por 2 a 0, em Arapongas, e foi poupado no duelo seguinte, em nova vitória sobre o Toledo, também por 2 a 0.