22°
Máx
17°
Min

Suárez marca 4 de novo, faz história e Barcelona retoma liderança do Espanhol

- Suárez marca 4 de novo, faz história e Barcelona retoma liderança do Espanhol

O Barcelona entrou em campo pressionado pelas vitórias do Real e do Atlético de Madrid. Estava atrás na tabela e precisava da vitória sobre o Sporting Gijón, no Camp Nou, para retomar a liderança do Campeonato Espanhol neste sábado. No primeiro tempo, o time se mostrou nervoso, quase saiu atrás do marcador e desceu para o vestiário com um placar magro de 1 a 0. No segundo tempo, porém, a equipe catalã teve três pênaltis a seu favor, Suárez desencantou, marcou quatro gols, Neymar ainda fez mais um e sacramentou a goleada por 6 a 0.

Foi o segundo jogo consecutivo em que Suárez balançou as redes por quatro vezes. Na vitória sobre o Deportivo La Coruña por 8 a 0, fora de casa, no meio da semana, ele fez metade dos gols do time catalão. Com isso, se tornou o primeiro jogador na história do Campeonato Espanhol a marcar quatro vezes em dois jogos consecutivos.

Por conta desse ótimo momento, o centroavante uruguaio disparou na liderança da artilharia com 34 gols contra 31 de Cristiano Ronaldo, que desfalcou o Real Madrid na virada sobre o Rayo Vallecano por 3 a 2, também neste sábado.

Com os resultados, o Barcelona continua na liderança do Espanhol com os mesmos 82 pontos do Atlético de Madrid, o segundo colocado. O Real é o terceiro com 81. Faltam três rodadas para o término da competição. Eliminado da Liga dos Campeões, o Barcelona volta a campo no próximo sábado, quando visita o Betis. O Gijón, que está em 18º, na zona de rebaixamento, com 32 pontos, recebe o Eibar na sexta.

O JOGO - O Barcelona começou a partida assustado e quase foi surpreendido. Em rápido contra-ataque, Guerrero avançou pela direita, limpou Piqué e cruzou para Álex Menéndez. Livre na área, ele bateu fraco e Bravo defendeu.

Aos poucos, começou a impor o jogo e conseguiu abrir o marcador em lance que gerou muita reclamação dos jogadores do Sporting Gijón. Iniesta levantou na área para Suárez, o goleiro Cuéllar saiu para afastar o perigo e tropeçou nos pés do uruguaio. Messi, com o gol aberto, mandou de cabeça para as redes.

E no primeiro tempo foi só. O time catalão só desencantou na etapa final. Aos 18, Iniesta avançou pela esquerda e tocou para Suárez, impedido, finalizar para as redes. Dez minutos mais tarde, o uruguaio fez o segundo dele e o terceiro do Barcelona, de pênalti. Daniel Alves cruzou, a bola bateu no braço de Canella. Suárez cobrou no canto direito do goleiro e fez mais um.

Três minutos mais tarde, Neymar foi derrubado na área. Novo pênalti. Dessa vez, Suárez bateu no meio do gol para fazer o seu terceiro gol no jogo. Aos 40, mais uma vez derrubaram Neymar na área. Vranjes colocou a mão no ombro do brasileiro, que caiu. Neymar bateu no meio e fez o quinto. Dois minutos depois, Messi tocou na área para Suárez, que bateu firme de direita para fazer o quarto dele no jogo, o sexto do Barcelona na partida, e sacramentar a goleada.