26°
Máx
19°
Min

Sunderland demite jogador que admitiu relacionamento com menor de idade

Em um breve comunicado no seu site oficial, o Sunderland informou que rompeu o contrato como o meia-atacante Adam Johnson, ex-jogador da seleção inglesa. "Diante das confissões de culpa de Johnson, o clube encerrou hoje (quinta) seu contrato com efeito imediato. O clube não vai fazer nenhum comentário adicional", diz o curto comunicado.

Na quarta-feira, o jogador admitiu que teve atividade sexual com uma garota menor de 16 anos. Em depoimento ao Tribunal de Bradford, o jogador de 28 anos se disse culpado desta acusação e de uma outra de aliciamento em meio a um escândalo que vem se desenrolando desde o início do ano passado.

Diante do tribunal, Johnson admitiu dois delitos dos quais vinha sendo acusado, mas negou outros dois, também de atividades sexuais com garotas menores de 16 anos. De acordo com a investigação, a suspeita é de que os casos tenham acontecido entre dezembro de 2014 e fevereiro de 2015, período no qual a esposa do jogador estava grávida.

Em março de 2015, Johnson chegou a ser preso pela suspeita de atividade sexual com uma garota de 15 anos. Na quarta, ele admitiu que a aliciou pela internet e a beijou, mesmo sabendo sua idade, mas negou que tenha repetido o delito em outras duas oportunidades.

Revelado pelo Middlesbrough, Adam Johnson foi emprestado ao Leeds e ao Watford antes de chegar ao Manchester City em 2010. Em três anos no clube, viveu sua melhor fase, chegando a ser convocado em 12 oportunidades para a seleção inglesa. A concorrência, no entanto, fez com que ele se transferisse para o Sunderland em 2013, onde estava até esta quinta-feira. Nesta temporada, o jogador vem sofrendo com lesões e, por isso, disputou somente quatro partidas.