21°
Máx
17°
Min

Talismã brilha de novo e dá vitória ao United sobre City no dérbi de Manchester

O jovem atacante Marcus Rashford cada vez mais cai nas graças da torcida do Manchester United. Após brilhar em um clássico contra o Arsenal, neste domingo foi a vez de o talismã de 18 anos garantir a vitória no dérbi contra o Manchester City ao marcar o gol da vitória por 1 a 0 em pleno Etihad Stadium.

Com o resultado, o United chegou a 50 pontos e assumiu a sexta colocação do Campeonato Inglês, que garante uma vaga na fase qualificatória da Liga Europa. O City, por sua vez, estacionou nos 51 pontos, em quarto lugar, o último que leva à Liga dos Campeões.

No início da partida, o City aproveitou a força de sua torcida para pressionar os arquirrivais, mas pecou nas finalizações. Navas teve duas chances para abrir o placar, mas mandou uma para fora e outra nas mãos do goleiro De Gea.

O Manchester United soube aguentar a pressão inicial e conseguiu marcar o único gol da partida aos 15 minutos. Rashford recebeu de Juan Mata, driblou o zagueiro Demichelis e bateu com categoria para fazer 1 a 0.

Este foi o quinto gol na carreira do atacante das categorias de base do United, que já havia se mostrado decisivo nas partidas contra o Midtjylland (sua estreia) e Arsenal. Agora Rashford, aos 18 anos e 141 dias, se tornou o mais jovem atleta a balançar as redes no dérbi de Manchester.

Assim como na partida da Liga dos Campeões na semana passada, quando viu Otamendi e Kompany se machucarem, o City perdeu Sterling, com dores na virilha, e o goleiro Joe Hart, que lesionou a panturrilha.

Apesar das lesões, os donos da casa buscaram o empate a todo o tempo, mas não conseguiram balançar as redes rivais. Agüero foi mais procurado pelos companheiros, acertou a trave uma vez e não conseguiu evitar a derrota.

TOTTENHAM VENCE E MANTÉM PERSEGUIÇÃO - Ainda neste domingo, o Tottenham contou com um Harry Kane inspirado e venceu o Bournemouth por 3 a 0, com dois gols do artilheiro do Campeonato Inglês, e manteve viva a perseguição ao Leicester.

A sete jogos do término do torneio, o Tottenham foi a 61 pontos, cinco atrás do líder, mas seis à frente do terceiro colocado Arsenal. Já o Bournemouth parou nos 38 pontos, em 13.º lugar na tabela de classificação.

Kane balançou as redes para o Tottenham logo aos 44 segundos de jogo, quando recebeu cruzamento de Walker e bateu firme. Pouco depois, aos 16 minutos, ele marcou novamente e chegou a 21 gols no Inglês, isolando-se na artilharia.

Já no segundo tempo, aos 7 minutos, Kane teve a chance de fazer o terceiro mas parou nas mãos do goleiro adversário. No rebote, entretanto, Christian Eriksen aproveitou a oportunidade e definiu o placar em 3 a 0.