22°
Máx
16°
Min

Tite convoca seleção com Thiago Silva, Oscar e Alex Muralha

(Foto: Lucas Figueiredo/CBF) - Tite convoca seleção com Thiago Silva, Oscar e Alex Muralha
(Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

O técnico Tite anunciou nesta sexta-feira a sua segunda convocação à frente da seleção brasileira e apresentou uma lista com seis novidades em relação aos primeiros compromissos: o goleiro Alex Muralha, o zagueiro Thiago Silva, o volante Fernandinho, o meia Oscar e os atacantes Roberto Firmino e Douglas Costa. Todos eles agora foram lembrados para os duelos com a Bolívia e a Venezuela pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018, marcados para outubro.

Thiago Silva ficou fora da primeira convocação de Tite por estar lesionado. Agora, como voltou a atuar no Paris Saint-Germain, foi lembrado pelo treinador. E quem deixou a equipe foi o zagueiro Pedro Geromel, do Grêmio, que inclusive só havia sido chamado após o corte do são-paulino Rodrigo Caio.

O atacante Douglas Costa também foi lembrado por Tite após não estar à disposição para os duelos com Equador e Colômbia por causa de uma lesão. E a outra novidade do setor ofensivo foi o atacante Roberto Firmino, que vem se destacando pelo Liverpool neste início de temporada. E eles herdaram as vagas que foram anteriormente de Taison e Gabriel, recentemente negociado pelo Santos com a Inter de Milão.

Tite também optou por convocar o volante Paulinho, mesmo que ele esteja suspenso do duelo com a Bolívia, pois ele terá condições de encarar a Venezuela. Por isso, também, o treinador chamou 24 jogadores, ao contrário dos usuais 23 nomes. E as novidades do meio-de-campo foram Fernandinho, do Manchester City, e Oscar, do Chelsea, com o atleticano Rafael Carioca ficando de fora da segunda convocação do treinador.

Finalmente, a última novidade da relação de convocados de Tite é o goleiro Alex Muralha, do Flamengo. Ele foi chamado junto com Alison e Weverton para a lista, sendo que Marcelo Grohe, presente na primeira lista do técnico, agora acabou sendo descartado.

Assim, Tite repetiu 18 nomes anunciados na sua primeira lista à frente da seleção e mostrou que já tem uma base neste seu início de trabalho no comando da seleção e que aprovou o desempenho da equipe nos primeiros compromissos sob o seu comando.

Nos dois primeiros jogos de Tite à frente do Brasil, a equipe superou o Equador (3 a 0) e a Colômbia (2 a 1) e ascendeu para a segunda posição no torneio classificatório da Conmebol para a Copa da Rússia. Além disso, também ascendeu para a quarta posição no ranking da Fifa.

Agora, o Brasil terá pela frente as duas piores equipes da América do Sul na listagem da entidade e tentará ficar em situação mais confortável na briga para jogar a próxima Copa do Mundo. Os rivais serão a Bolívia, apenas a 75ª colocada, em 6 de outubro, na Arena das Dunas, em Natal, e a Venezuela, a número 60 do mundo, no dia 11, fora de casa, em Mérida.

Confira a lista de convocados da seleção brasileira:

Goleiros: Alisson (Roma), Alex Muralha (Flamengo) e Weverton (Atlético-PR).

Laterais: Daniel Alves (Juventus), Fagner (Corinthians), Filipe Luís (Atlético de Madrid) e Marcelo (Real Madrid).

Zagueiros: Gil (Shandong Luneng), Marquinhos (Paris Saint-Germain), Miranda (Inter de Milão) e Thiago Silva (Paris Saint-Germain).

Meio-campistas: Casemiro (Real Madrid), Fernandinho (Manchester City), Giuliano (Zenit), Lucas Lima (Santos), Oscar (Chelsea), Paulinho (Guangzhou Evergrande), Philippe Coutinho (Liverpool), Renato Augusto (Beijing Guoan) e Willian (Chelsea).

Atacantes: Douglas Costa (Bayern de Munique), Roberto Firmino (Liverpool), Gabriel Jesus (Palmeiras) e Neymar (Barcelona).