22°
Máx
16°
Min

Tite projeta confronto contra o Nacional nas oitavas e enaltece elenco

Após golear o Cobresal (6 a 0) no Itaquerão nesta quarta-feira, o Corinthians terminou a fase de grupos da Copa Libertadores na terceira colocação geral e só aguarda os jogos desta quinta-feira para conhecer o rival das oitavas de final. Mas o técnico Tite já vê o Nacional do Uruguai como próximo adversário da competição.

"Com todo o respeito ao Trujillanos contra o River, não acredito num resultado de vitória deles. Então é o Nacional. Mas deixa eu ver um pouco mais para falar alguma coisa", disse o treinador do Corinthians.

Tite foi sincero porque para mudar o cruzamento na próxima fase o River teria de perder dentro do Monumental de Nuñez para o time venezuelano. Nesse caso, o rival do Corinthians seria o Deportivo Táchira (Venezuela).

O técnico do Corinthians disse que gostou de escapar de um rival brasileiro na próxima fase (havia por exemplo, uma pequena chance de o time pegar o São Paulo já nas oitavas de final).

Contra o já eliminado Cobresal, o Corinthians sequer escalou o time titular. Mesmo assim o time goleou por 6 a 0, o que evitou em cruzamento com o Racing, da Argentina, na próxima fase. "Não esperava, não entramos para golear. Mas o resultado é fruto do desempenho em campo", disse Tite.

O treinador até evitou usar a expressão "time reserva" , apesar de só o goleiro Cássio ter sido escalado como titular nesta quarta-feira."Todos aproveitaram a oportunidade. Que bom!", afirmou Tite. "Meu maior orgulho é poder dar atenção e respeito a quem não está jogando, e quando têm a oportunidade eles arrebentam."

Os confrontos e as datas das oitavas de final serão confirmados pela Conmebol nesta sexta-feira. A tendência é que o Corinthians jogue já na próxima semana, abrindo o mata-mata fora de casa.

Por isso a diretoria solicitou à Federação Paulista de Futebol (FPF) que o jogo contra o Audax, pelas semifinais do Campeonato Paulista, fosse realizado no próximo sábado. A FPF e os outros clubes concordaram com a data.