22°
Máx
14°
Min

Toledo se despede do Campeonato e dispensa atletas por falta de calendário

Foto: Santos Aguiar - Toledo se despede do Campeonato e dispensa atletas por falta de calendário
Foto: Santos Aguiar

A festa acabou. Após conquistar uma classificação heróica para a segunda fase do Campeonato Paranaense, o Toledo CW não resistiu ao Coritiba no último sábado, (9), no Estádio Couto Pereira e acabou eliminado nas quartas de final da competição.

Tentando reverter a última derrota sofrida em casa por 2 a 0, no domingo (3) para avançar a próxima fase, o Porco precisava do resultado elástico e foi surpreendido pelos donos da casa, que sem dificuldades não deram chances para a equipe do oeste que acabou goleada por 4 a 0, os gols da partida foram anotados pelo artilheiro da competição, Kléber duas vezes, Alan Santos e Juan.

Com a derrota, o elenco toledano viu o sonho de continuar vivo no Campeonato e a conquista da vaga a Série D ir por água abaixo. Situação esta, que pôs fim ao calendário do grupo em 2016. 

Um triste desfecho para um time que apareceu bem nos últimos jogos e que teve em seu elenco jogadores em destaques como os goleiros, Fabrício e André Luiz, o zagueiro Felipe Virgulino, ex-Beltrão, laterais Diego Tavares, ex-Maringá e Tetê ex-Paysandu/PA os atacantes Eduardinho, prata da casa, Gilson ex-Santa Cruz e Rafael Bastos, que veio por empréstimo do Londrina.

 E ainda Leonel ex-Sheri× Moldávia (Rússia), que atuou como um coringa na equipe, tamanha competência que lhe rendeu a braçadeira de capitão em alguns jogos. Mas sua função de origem é volante.

 Dentre esses nomes, outros dois destaques ficaram fora de quatro linhas, os preparadores físico, Luiz Rodrigo e de goleiros, Carlos Henrique, que agora aguardam convite para novos desafios, já que o Toledo CW, deva voltar suas atividades somente em 2017. Mas orgulhoso com as conquistas, Luiz faz um agradecimento em sua rede social, ao clube, torcedores e amigos.

“Infelizmente não conquistamos nosso objetivo e o Paranaense para nós do Toledo Futebol, chegou ao fim no domingo. Feliz por tudo que passamos, pelo aprendizado constante, amizades, brigas e muito trabalho. Mais uma vez saio de cabeça erguida, pois tudo o que tínhamos planejado e programado conseguimos fazer. Agradeço aos atletas, pois foram dias árduos de trabalho e a busca incansável do rendimento, pela hombridade e dedicação diária nos treinamentos, espero ter contribuído nessa etapa em que convivemos diariamente” disse o preparador.

Colaboração: Redação em Campo