28°
Máx
17°
Min

Torcedores do São Paulo brigam com a PM após derrota no Morumbi

(Foto: Divulgação)  - Torcedores do São Paulo brigam com a PM após derrota no Morumbi
(Foto: Divulgação)

Torcedores do São Paulo e policiais militares entraram em conflito na noite desta quarta-feira após a derrota do time brasileiro por 2 a 0 para o Atlético Nacional, da Colômbia, pela Copa Libertadores.

Na Avenida Jules Rimet, um dos acessos ao estádio do Morumbi, houve tiros de borracha e bombas de gás lacrimogêneo atiradas contra torcedores que deixavam o estádio. Os policiais chegaram até mesmo a entrar em um estacionamento na rua para ir atrás de são-paulinos que faziam arruaças pela região.

Os torcedores estavam revoltados com a derrota da equipe, que não jogou bem e caiu no segundo tempo após a expulsão do zagueiro Maicon. Com o resultado negativo, que deixa o São Paulo com remotas chances de classificação, os são-paulinos deixaram o estádio descontando a raiva no que viam pela frente. Quebraram carros dos próprios torcedores e atiraram pedras e garrafas contra os policiais.

O ambulatório do estádio recebeu três feridos pela confusão após o jogo. Foram dois atingidos por balas de borracha e um torcedor com corte no pé.

Curiosamente, a torcida do São Paulo protagonizou uma bela festa antes do jogo. Um "corredor polonês" foi feito para recepcionar o time, com muitos gritos de incentivos e sinalizadores. Foram 61 mil pessoas no Morumbi incentivando do começo ao fim. Mas o resultado negativo transformou a empolgação em revolta.