26°
Máx
19°
Min

Torcedores fazem protesto e invadem CT do São Paulo

Com dificuldades dentro de campo, o São Paulo também enfrentou problemas neste sábado fora das quatro linhas. Em protesto contra a má fase da equipe, dezenas de torcedores invadiram o CT da Barra Funda, nesta manhã, na zona oeste da capital paulista.

Entoando cânticos em que pediam "respeito" ao time, entre palavrões, membros de torcidas organizadas invadiram o CT. Policiais e seguranças do clube tentaram conter os invasores, mas não conseguiram e o treino desta manhã teve que ser paralisado.

Os atletas estavam no gramado e não tiveram tempo de voltar para os vestiários. Muitos torcedores foram para cima do meia Michel Bastos e do volante Wesley, insultando-os e fazendo cobranças pelos recentes resultados ruins da equipe. O zagueiro Carlinhos também foi um dos alvos principais do protesto.

Os torcedores conversaram com diversos atletas, entre eles o volante Hudson e o zagueiro Lugano. O capitão são-paulino tentou acalmar os ânimos e conversou com os invasores. O uruguaio, aliás, foi um dos únicos poupados das críticas, ao lado do técnico Ricardo Gomes.

Contratado recentemente, o treinador acompanhou o protesto dentro do campo ao lado de dirigentes. Após o treino, a equipe paulista iniciaria a concentração para o jogo de domingo contra o Coritiba, às 16 horas, no Morumbi, pela 22ª rodada do Brasileirão.

O São Paulo não vence uma partida há duas rodadas no Brasileirão e foi surpreendido pelo Juventude, na quarta-feira, pela Copa do Brasil. O time da Série C do Brasileirão venceu o time paulista por 2 a 1, no Morumbi.