20°
Máx
14°
Min

Torcedores protestam em treino corintiano; avó morre e Cássio é liberado de jogo

Cerca de 25 membros da torcida organizada Camisa 12 foram neste sábado acompanhar o último treino do Corinthians antes da estreia no Campeonato Brasileiro contra o Grêmio, neste domingo, às 16 horas, no Itaquerão.

Irritados com as eliminações no Campeonato Paulista e na Copa Libertadores, eles cobraram uma mudança de atitude do elenco. Sobrou também para o técnico Tite, a quem consideram teimoso por insistir na mesma escalação nos últimos confrontos da equipe. A manifestação foi pacífica, mas três viaturas da Polícia Militar ficaram ao lado do Centro de Treinamento para evitar uma tentativa de invasão.

Os uniformizados levaram diversas faixas para expor a indignação. Pediam mais atitude, respeito e vontade dos jogadores. O gritos: "O Brasileirão virou obrigação", "Ou joga por amor ou por terror" e "Muito respeito com a camisa do Timão" estiveram entre os proferidos pelos torcedores. Ao técnico, pediram: "Adenor, preste atenção, você está teimoso com a sua escalação".

CÁSSIO FORA - A manifestação durou cerca de meia hora e não mudou a programação da comissão técnica nesta manhã de sábado. A única baixa de última hora será a do goleiro Cássio. Ele foi liberado da partida por conta da morte de sua avó.

Em campo, Tite fará duas alterações em relação ao time que foi eliminado da Libertadores há duas semanas. Marquinhos Gabriel entrará no meio-campo e Romero no ataque. O provável Corinthians que entrará em campo terá a seguinte escalação: Walter; Fagner, Felipe, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique, Elias, Rodriguinho, Marquinhos Gabriel e Romero; André.