28°
Máx
17°
Min

Torcedores recebem alta após cenas de brutalidade na final do Campeonato Alagoano

O futebol mais uma vez ficou esquecido após novas cenas de selvageria entre torcidas rivais. Desta vez, a confusão aconteceu no gramado do Estádio Rei Pelé, durante a comemoração do título do Campeonato Alagoano do CRB diante do rival CSA. Após o apito final, torcedores dos dois clubes invadiram o gramado e armaram uma briga generalizada, que terminou com diversos feridos.

Cinco destes torcedores deram entrada no Hospital Geral do Estado de Alagoas, sendo três com ferimentos leves e os outros dois em estado mais grave. Até esta segunda-feira à tarde, no entanto, todos já haviam recebido alta.

As imagens da tevê mostraram a invasão ao gramado do Rei Pelé no último domingo, pouco após Neto Baiano marcar o gol nos minutos finais que confirmou o título do CRB. Dois torcedores, um do CSA e outro do CRB, acabaram levando a pior, sofreram muitos golpes e ficaram desacordados no campo.

Os casos deles, que não tiveram as identidades reveladas, eram justamente os que mais preocupavam. Enquanto um foi liberado já no domingo, após a realização de exames de imagem, o outro passou a noite no hospital com sérias lesões na face. Os outros três que foram levados ao hospital sofreram apenas escoriações e também receberam alta no domingo.

Nesta segunda-feira, o hospital esclareceu, em comunicado, que o torcedor que seguia internado tinha 17 anos, estava lúcido e "aos cuidados do bucomaxilofacial devido a um trauma de face". Pouco depois, em novo boletim, a equipe médica anunciou a alta do adolescente "após reavaliação da neurocirurgia. Sofreu trauma na face".

A briga generalizada recebeu atenção especial dos dois clubes rivais, que se manifestaram logo após a partida com notas de repúdio. "Os marginais que se fantasiam de torcedores precisam entender que não tem mais espaço no futebol e que não podem mais atrapalhar o esporte e afastar os verdadeiros torcedores dos estádios", comentou o CRB. "Torcedores são seres humanos, famílias, pessoas que vão ao estádio com um único propósito: torcer pelo seu time do coração", completou o CSA.