22°
Máx
16°
Min

Uefa denuncia Croácia e Turquia por atos de torcedores na Eurocopa

A Uefa denunciou neste sábado a Croácia e a Turquia em razão de confusões envolvendo torcedores de suas seleções na Eurocopa. Os dois casos serão julgados na segunda-feira e podem prejudicar as equipes na competição.

As infrações foram cometidas nos jogos desta sexta. No caso mais grave, torcedores da Croácia lançaram cerca de dez sinalizadores no gramado durante a partida contra a República Checa, em Saint-Étienne. O jogo precisou ser paralisado por cerca de cinco minutos.

Houve também briga entre os próprios torcedores croatas e os jogadores precisaram pedir calma aos seus fãs para que a partida pudesse ser retomada, nos minutos finais do segundo tempo. Fiscais da Uefa também registraram manifestações racistas no trecho da arquibancada que recebia croatas, através de cânticos e faixas.

Não seria a primeira vez que a Federação de Futebol da Croácia sofre com punições por conta de racismo. Na última edição da Eurocopa, em 2012, houve multa à entidade por causa de insultos racistas contra o atacante italiano Mario Balotelli.

No processo disciplinar aberto pela Uefa, a seleção croata vai responder por denúncias de atos racistas, distúrbios na arquibancada, lançamento de objetos no gramado e pelo uso de sinalizadores no estádio.

No caso da Turquia, trata-se da segunda denúncia nesta Eurocopa. Desta vez, a federação turca responderá por uma invasão de gramado por parte de um torcedor na partida contra a Espanha, em Nice. A primeira denúncia também trata de sinalizadores e rojões lançados ao gramado, curiosamente, na partida contra a Croácia, em Paris, no domingo passado.