28°
Máx
17°
Min

Vasco perde a segunda seguida e vê Atlético-GO encostar na ponta da Série B

O Vasco vive, definitivamente, o seu pior momento nesta Série B do Campeonato Brasileiro. Depois de perder em casa para o Paraná na última terça-feira, por 2 a 1, neste sábado o time carioca foi derrotado pelo Avaí pelo mesmo placar, no estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC), e já começa a se preocupar em perder a liderança. O jogo foi válido pela 14.ª rodada da competição.

O time carioca, agora, tem os mesmos 28 pontos do Atlético-GO, que venceu o Náutico por 3 a 0, em Goiânia. A vantagem do Vasco é pelo maior número de vitórias: 9 a 8. O Avaí, em recuperação, conseguiu vencer pela segunda vez seguida porque na rodada anterior, também em casa, fez 3 a 1 no Vila Nova-GO.

Renato Júnior e Rômulo marcaram os gols da vitória do time avaiano, construída no segundo tempo e que distancia um pouco o time catarinense da zona de rebaixamento. Caio Monteiro diminuiu para o time carioca, já na parte final do jogo, aos 40 minutos.

O JOGO - O primeiro tempo apresentou um jogo aberto, mas não pela movimentação e troca de passes dos dois times, e sim porque as duas equipes erravam muito e marcavam mal. Depois de várias jogadas ríspidas, a melhor chance da primeira etapa foi protagonizada pelo zagueiro Gabriel, do Avaí, que desperdiçou a chance de abrir o placar de cabeça quase dentro da pequena área.

Na etapa final, o Avaí cresceu e foi letal. Logo aos quatro minutos, a bola foi lançada na área, a defesa do Vasco bobeou e Aislan, sem querer, rolou para Renato Júnior, livre, abrir o placar. Não era o dia da defesa vascaína. Aos 19 minutos, foi a vez de Yago Pikachu e Martín Silva não se entenderem e ver Rômulo, que apareceu livre, driblar o goleiro para aumentar a vantagem.

Aos 26 minutos, em lance polêmico, o árbitro marcou pênalti de Rodrigo, que derrubou um adversário fora da área. Na cobrança de William, o goleiro Martín Silva voou no canto esquerdo para defender e dar ânimo ao time vascaíno.

Mas o Vasco só conseguiu diminuir a desvantagem aos 40 minutos, com o jovem Caio Monteiro, em rebote de chute de Nenê. Depois do gol, o time carioca pressionou, mas não evitou a segunda derrota seguida, que liga sinal de alerta. O empate seria injusto para o Avaí.

Na próxima rodada da Série B, a 15.ª, o Vasco volta a jogar em São Januário, onde enfrenta o Brasil de Pelotas, no sábado, às 18h30. Na terça-feira, às 19h45, o Avaí visita o Paraná, no Durival Britto, em Curitiba.

FICHA TÉCNICA

AVAÍ 2 X 1 VASCO

AVAÍ - Renan; Alemão, André Santos, Gabriel e Capa; Judson (João Felipe), Jajá, Renato Júnior e Diego Jardel (Lucas Fernandes); Rômulo (Célio Santos) e William. Técnico: Silas Pereira.

VASCO - Martín Silva; Madson (Yago Pikachu), Aislan, Rodrigo e Júlio César; Marcelo Mattos, Julio dos Santos (Caio Monteiro), Nenê e Andrezinho; Éder Luís (Evander) e Leandrão. Técnico: Jorginho.

GOLS - Renato Júnior, aos quatro, Rômulo, aos 18 minutos e Caio Monteiro, aos 40 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Elmo Alves Resende Cunha (GO).

CARTÕES AMARELOS - Judson e Rômulo (Avaí); Martín Silva, Andrezinho, Marcelo Mattos e Leandrão(Vasco).

RENDA e PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC).