22°
Máx
17°
Min

Vasco sofre para empatar com lanterna Sampaio Corrêa na Série B

O Vasco suou para garantir o empate por 1 a 1 com o Sampaio Corrêa neste sábado, no estádio Kleber Andrade, em Cariacica, pela 20ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o time carioca segue isolado na liderança da competição, agora com 40 pontos. O Sampaio Corrêa chegou à sua sétima partida sem vitória e continua na última posição da tabela, com apenas 14 pontos.

No primeiro tempo, o time carioca foi melhor e pressionou o Sampaio Corrêa, que se fechou e praticamente renunciou à posse de bola. Nenê, Éder Luis e Madson acertaram muitos lances pela direita e chegaram ao gol. Na segunda etapa, o clube maranhense mudou de atitude e foi mais ofensivo.

Com a subida de produção, ameaçou muito o Vasco, que não jogou bem no tempo final, especialmente com o atacante Pimentinha. Martín Silva fez bela atuação e salvou o time de São Januário em dois lances cruciais. O clube do Maranhão ainda teve um polêmico gol anulado aos 40 minutos do segundo tempo.

As equipes voltam a campo na próxima rodada da Série B. O Sampaio Corrêa recebe o Avaí na terça-feira, no estádio Castelão, em São Luís, às 19h15. O Vasco enfrenta o Santos pelas oitavas de final da Copa do Brasil na quarta-feira, na Vila Belmiro, em Santos, às 19h30.

JOGO - A partida começou movimentada. O Vasco confirmou a posição de favorito no jogo e pressionou o clube maranhense, que se fechou e tentou contra-ataques. Aos poucos, o time de São Januário conseguiu furar a estratégia defensiva. Aos 23, Eder Luis lançou com precisão para Madson, que rolou para Nenê, livre dentro da área. O camisa 10 chutou colocado, mas desperdiçou uma chance clara de abrir o placar em Cariacica.

Aos 29, Andrezinho lançou Madson na direita, que invadiu a área, mas foi derrubado por Luís Otávio - atrasado no lance. O árbitro Igor Benevenuto marcou pênalti para o Vasco. Nenê cobrou e marcou o primeiro gol do time no jogo. Com a vantagem, a equipe carioca cresceu. Aos 32, após bonita tabela entre Éder Luis e Jorge Henrique, Eder Luis finalizou bem e tirou tinta da trave. No lance seguinte, o atacante recebeu livre na área, mas errou o chute.

O Sampaio Corrêa mudou a atitude e começou a atacar. Aos 42, após escanteio, Fogolari cabeceou na trave do goleiro Martín Silva. Na sequência, Eder Luis desperdiçou outra grande oportunidade.

Na volta do intervalo, o time maranhense manteve a postura arrojada e foi logo premiado. Aos 4, Enercino cruzou na área e Heverton se antecipou à defesa e acertou uma cabeçada para empatar o jogo. O Sampaio Corrêa se animou e quase virou o placar 10 minutos depois. Pimentinha foi lançado frente à frente com Martín Silva, chutou e o goleiro fez excelente defesa. No rebote, o atacante bateu e o goleiro salvou novamente.

O jogo, então, ficou aberto. Aos 23, Ederson recebeu na área, bateu rasteiro e acertou a de Rodrigo Ramos. Aos 35, Martín Silva salvou mais uma vez a equipe carioca. Pimentinha entrou pelo lado direito, chutou forte e o goleiro fez bela defesa. Aos 40, em cruzamento na área, Elias subiu, cabeceou no canto e acertou o gol. Os jogadores do Sampaio Corrêa comemoravam quando o juiz anulou o lance, alegando falta de ataque.

Nos minutos finais, o Vasco tentou pressionar, mas não conseguiu reverter o placar. Para os cariocas, o empate ficou barato. O Sampaio Corrêa deixou o campo com muitas reclamações e com uma sensação de injustiça.

FICHA TÉCNICA:

VASCO 1 x 1 SAMPAIO CORRÊA

VASCO - Martín Silva; Madson (Evander), Rafael Marques, Jomar, Henrique; Diguinho, Andrezinho, Nenê; Eder Luis (Yago Pikachu), Éderson e Jorge Henrique (Thalles). Técnico: Jorginho.

SAMPAIO CORRÊA - Rodrigo Ramos; Éder Sciola, Fogolari, Luiz Otávio, Wágner, Renan Luís (Heverton); Diogo Orlando, Tássio, Rayllan, Enercino (Lucas Sotero); Pimentinha e Elias (Thiago Santos). Técnico: Wagner Lopes.

GOLS - Nenê (pênalti), aos 30 minutos do primeiro tempo. Heverton, aos 4 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Diguinho, Andrezinho, Nenê (Vasco); Luiz Otávio, Heverton, Enercino (Sampaio Corrêa).

ÁRBITRO - Igor Benevenuto (MG).

RENDA - Não disponíve.

PÚBLICO - 7.832 pagantes (9.022 no total).

LOCAL - Estádio Kleber Andrade, em Cariacica (ES).