27°
Máx
13°
Min

Vasco vence Flu, leva Taça Guanabara e tem vantagem nas finais do Carioca

Manaus trouxe sorte ao Vasco. Além de vencer o Fluminense por 1 a 0, o resultado neste domingo, na Arena Amazônia, garantiu ao clube o título da Taça Guanabara e a possibilidade de jogar por um empate na semifinal e, caso se classifique, por outros dois na final do Campeonato Carioca.

Invicto na temporada, os vascaínos fizeram 17 pontos e vão duelar com o Flamengo, em partida que ainda será marcada pela Federação de Futebol do Rio. Já o Fluminense, vice-líder, com 14 pontos na vice-liderança da Taça Guanabara, encara o Botafogo nas semifinais.

O clima de decisão dominou a partida em Manaus. A necessidade de uma vitória fez com que as duas equipes buscassem o ataque desde o apito inicial. A primeira tentativa foi do Fluminense. Aos seis minutos, Renato Chaves ganhou de Martin Silva pelo alto e fez de cabeça. Mas o juiz marcou falta do zagueiro e anulou o gol.

A resposta vascaína veio com Andrezinho, em cobrança de falta. O meia viu Diego Cavalieri adiantado e tentou por cobertura. O goleiro reagiu rápido e desviou a bola, que ainda bateu na trave antes de sair. O dono da 1 tricolor entrou em ação na sequência, ao defender cabeceio de Riascos.

O forte calor em Manaus fez com que os times diminuíssem o ritmo, assim como as chances ficaram escassas. De volta ao time após se acertar com Levir Culpi após atritou que o tirou do confronto anterior do Flu, Fred estava bem marcado e deu um chute aos 30, sem perigo. Riascos também não brilhava. A diferença é que teve a chance do gol e fez. No primeiro minuto do segundo tempo, o centroavante recebeu na área, tentou driblar a defesa e desperdiçou chance clara de gol.

Mesmo com os problemas das duas últimas semanas, Levir não hesitou em substituir Fred mais uma vez. O centroavante deixou o gramado aos 17 minutos sem demonstrar insatisfação. O mesmo Riascos, que perdeu gol claro no início, conseguiu se redimir. Aos 20, após boa jogada de Eder Luis, o colombiano recebeu na área e fez 1 a 0.

O gol acordou o time tricolor, que ameaçou em chutes de Wellington Silva e Edson. O primeiro parou em Martin Silva, enquanto o volante viu Rodrigo evitar o gol. A tarde não era dos tricolores, que por pouco não tomaram o segundo gol, com Eder Luis, em chute que bateu na trave. Nos minutos finais, o Vasco apenas administrou a vantagem para assegurar o título e a vantagem nas finais.

FICHA TÉCNICA

VASCO 1 x 0 FLUMINENSE

VASCO - Martin Silva; Madson, Rodrigo (Diguinho), Luan (Rafael Vaz) e Henrique; Marcelo Mattos, Julio dos Santos (Eder Luis), Andrezinho e Nenê; Jorge Henrique e Riascos. Técnico: Jorginho.

FLUMINENSE - Diego Cavalieri; Wellington Silva, Renato Chaves (Ygor Nogueira), Marlon e Giovanni; Edson, Douglas e Gerson; Marcos Junior (Higor Leite), Osvaldo e Fred (Magno Alves). Técnico: Levir Culpi.

ÁRBITRO - João Batista de Arruda.

GOL - Riascos, aos 20 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Edson, Renato Chaves, Fred e Douglas (Fluminense); Jorge Henrique e Marcelo Mattos (Vasco).

CARTÕES VERMELHOS - Edson (Fluminense); Marcelo Mattos (Vasco).

PÚBLICO - 28.191 pagantes (32.061 presentes).

RENDA - R$ 2.214.040,00.

LOCAL - Arena Amazônia, em Manaus (AM).