27°
Máx
13°
Min

Baiano estuda novos quartetos para suprir defalques

(Foto: Divulgação) - Baiano estuda novos quartetos para suprir defalques
(Foto: Divulgação)

Sem as presenças de Guerra e Sakai, expulsos no duelo contra o Foz Cataratas, o Keima Futsal viajou nesta sexta-feira (8) para Francisco Beltrão. Neste sábado (9), o time treina pela manhã e entra em quadra à noite para enfrentar os anfitriões do Cresol Marreco Futsal, pela Chave Ouro do Paranaense.

Com as baixas, o trabalho agora é para fazer mudanças na equipe. Para o técnico Eduardo Pacheco 'Baiano', não há tempo para se lamentar em relação aos desfalques. "A gente não pode ficar lamentando quem fica de fora. Lógico que a gente não gostaria de ter desfalques, mas isso vai acontecer o ano inteiro", garante.

Baiano também fala sobre a nova disposição dos quartetos, fato que se tornou obrigatório para a partida. "Nós trabalhamos um equilíbrio, aonde ficariam ao menos dois quartetos fortes no quesito ofensivo e no defensivo. A gente ainda tem amanhã e sábado para ver melhor como a equipe se enquadra nesse tipo de trabalho", relata.

Rafinha fará a sua estreia com o Keima na Chave Ouro contra o Marreco. Para o ala, os desfalques na temporada são normais pelas circunstâncias da competição. Porém, ele não esconde a ansiedade para entrar em quadra no sábado. "A expectativa é grande pra estreia, venho treinando com o grupo desde o início da temporada esperando essa oportunidade e espero agarrar para poder me manter no time", afirma.

Colaboração Assessoria de Imprensa.