22°
Máx
16°
Min

Contratação do fixo Rafael reforça setor defensivo do Casa Nissei Foz Cataratas Futsal

Contratação do fixo Rafael reforça setor defensivo do Casa Nissei Foz Cataratas Futsal

O trabalho nos bastidores do Casa Nissei Foz Cataratas Futsal não tem descanso, tudo para a equipe reencontrar o caminho das vitórias pela Série Ouro. Depois de anunciar Wendel Cavalcanti na segunda-feira (02), nesta terça-feira a diretoria apresentou o fixo Rafael Carvalho. Para a partida deste sábado (07), diante do Galo Futsal, Wendel já está liberado e Rafa ainda depende da regularização de sua documentação.

Rafael Carvalho, o “Rafa”, 30 anos, é de São Luiz Gonzaga, Rio Grande do Sul, e construiu sua carreira principalmente em equipes do futsal gaúcho. Em busca de novos objetivos, no início desta temporada ele fechou com o Mafra de Santa Catarina, clube pelo qual defendeu até a partida do último sábado (30), frente ao Blumenau. Na equipe catarinense, Rafa participou de toda pré-temporada. Portanto, chega ao Casa Nissei em ótimas condições físicas e sem histórico recente de lesões.

A contratação pontual de dois defensores tem como objetivo principal solucionar a falta de regularidade do setor nas primeiras partidas deste ano, e servirá também como um novo estímulo para a equipe na sequência da competição.

“O Rafa é um atleta muito forte na marcação. Ele também é voluntarioso com seus companheiros, vibra a cada jogada e traz a equipe junto. Com certeza, tanto o Rafa como também o Wendel, vão nos ajudar bastante neste momento”, afirma o treinador Fabinho Gomes.

Quando surgiu a oportunidade de atuar no futsal paranaense, Rafa não pensou duas vezes em aceitar o convite de Fabinho Gomes.

“O futsal aqui no Paraná é uma grande vitrine para todo e qualquer atleta. Neste primeiro momento, só penso em me adaptar o mais rápido possível e ajudar minha equipe para reencontrar as vitórias. Trago do Sul o estilo gaúcho, de jogo aguerrido e muita dedicação em todos os lances”, diz. 


Ele 

acrescenta que gosta de jogar com a torcida ao seu lado. “Quando o atleta demonstra garra e vontade dentro da quadra, o torcedor vem junto com o time. Por isso, sou o tipo de jogador que incentiva os companheiros e que chama as arquibancadas para jogar junto com a equipe”.

Na temporada 2014, a torcida iguaçuense, que acompanhou os jogos da II Copa Cataratas, no ginásio Costa Cavalcanti, teve a oportunidade assistir o jogador sair campeão do torneio com o Atlântico de Erechim.

Colaboração: Assessoria de Imprensa Foz Cataratas Futsal