27°
Máx
13°
Min

"Foi um jogo eletrizante", diz técnico do Keima Futsal

(foto: Divulgação) - "Foi um jogo eletrizante", diz técnico do Keima Futsal
(foto: Divulgação)

Com o empate por 1 a 1 contra o Copagril em Marechal Cândido Rondon, Keima Futsal/AFP segue sem perder fora de casa na Chave Ouro. Além disso, o resultado mantém a equipe ponta-grossense seis pontos a frente do adversário, que tem dois jogos a menos no campeonato.

O técnico Baiano resume a partida, definida no suor e estratégia: “Foi um jogo eletrizante, de alta intensidade. Cometemos um erro e tomamos o gol. Aí usamos o goleiro linha com muita paciência, para desgastar o adversário e ter a posse de bola”.

Para o comandante rubro-negro, o Keima teve um desempenho melhor na primeira etapa, onde por pouco a equipe não abriu o placar. “Sabemos da intensidade do Copagril dentro de casa e que eles iriam buscar a vitória a qualquer custo. Mas nós fomos bem frios, aguentamos a pressão deles e tivemos contra-ataques que não conseguimos concretizar”

Mesmo após o gol de empate marcado por Thales, o rubro-negro manteve a superioridade numérica no ataque com o goleiro-linha. A atitude foi pensada por Baiano, para manter a bola sob o domínio de seus atletas. “O objetivo era continuar com a posse de bola, dificultar o uso do goleiro-linha por parte deles, e ao mesmo tempo dentro de um desequilíbrio de marcação deles, tentar conseguir o resultado”.

No fim das contas, o empate não foi um desfecho a ser lamentado pelo treinador. “Não era o resultado que a gente queria, mas saímos daqui felizes com o empate”.

(com assessoria de imprensa)