22°
Máx
14°
Min

Goleiro de Londrina é alvo de insultos racistas

(foto: Divulgação) - Goleiro de Londrina é alvo de insultos racistas
(foto: Divulgação)

O Iate Clube/FEL/Londrina Futsal estreou com vitória na segunda fase do Campeonato Paranaense da Chave Bronze. Na noite de sábado (16), venceu a Fase/Romancini por 3 a 2 no ginásio Laranjão, em Laranjeiras do Sul.

No entanto, nem tudo foi festa durante a partida.

Depois de marcar o terceiro gol, a delegação de Londrina foi vítima de insultos e cusparadas por cerca de dez integrantes da torcida local que estava atrás do banco de reservas.

O principal alvo era o goleiro reserva Willian Marcelino que ouviu termos como “volta pra jaula, seu macaco”, entre outros, além de levar cusparadas durante quase toda a segunda etapa.

A Polícia Militar foi acionada pelos atletas e comissão técnica e dispersou os torcedores. Identificado como autor das injúrias raciais contra o goleiro do Iate Clube/FEL/Londrina, um 'torcedor' foi retirado do ginásio pela PM junto com os familiares. A identidade dele não foi divulgada.

Depois da partida,  o supervisor do Iate Clube/FEL/Londrina Futsal, Rafael Ribeiro, solicitou que fosse feito um Boletim de Ocorrência relatando os fatos ocorridos, com todas as palavras que foram ditas aos atletas, e irá representar junto a Federação Paranaense de Futebol de Salão, nesta segunda-feira (18), documentando todas as provas das injúrias.

A diretoria quer usar as imagens da partida para reconhecer os autores das agressões para que respondem criminalmente pelas injúrias raciais. A equipe mandante também deve responder pelo fato na Federação Paranaense e no Tribunal de Justiça Desportiva.