23°
Máx
12°
Min

Keima Futsal visita ACF em Cascavel pela Chave Ouro

(Foto: Divulgação) - Keima Futsal visita ACF em Cascavel pela Chave Ouro
(Foto: Divulgação)

A equipe do Keima Futsal/AFP viajou nesta sexta-feira (6) para a cidade de Cascavel. Amanhã (7), às 20h30, o rubro-negro enfrenta a Associação Cascavelense de Futsal (ACF) no ginásio Sérgio Festugatto.  O duelo, válido pela oitava rodada da primeira fase do Paranaense, será o terceiro jogo fora do Keima. Como visitante, o time ponta-grossense ainda não perdeu na competição.

Para o jogo de sábado, Claudinho mais uma vez será desfalque. O atleta, que não joga desde a terceira rodada contra o Foz, deverá ficar duas semanas afastados dos treinamentos. Chico Paulista ainda não está em plenas condições físicas, enquanto o goleiro Di Fanti aguarda documentação da Rússia. Além deles, Gustavo, Dudu, Rafinha Roza e Farinha não foram relacionados para o duelo.

Os atletas Eder, Ian e Marinho estão pendurados com dois cartões amarelos. Richard, Cleodon e Fits, que cumpriram suspensão no clássico frente o Caramuru, voltam a estar disponíveis para o Keima Futsal/AFP.

Keima e ACF se enfrentaram uma única vez na temporada passada. Logo no jogo de estreia, o rubro-negro goleou o time de Cascavel por 4 a 1. Em toda a história do confronto, a maior goleada aconteceu em 2014, no Ginásio Oscar Pereira, em vitória do time de Ponta Grossa por 10 a 0.

Em jogos pela Chave Ouro em Cascavel contra os mandantes, uma vitória para cada lado, ambas com o placar de 4 a 1. Nos dois jogos anteriores do rubro-negro fora de casa no Paranaense de 2016, o retrospecto é favorável. Uma vitória contra o Marreco em Francisco Beltrão e um empate sem gols contra o Blu/Muffatão/Nutry/Cascavel.

Sobre o jogo contra o ACF, o treinador Eduardo Baiano espera ter mais espaços em Cascavel, já que a quadra do ginásio é maior. O técnico do Keima também espera dificuldades. “Não esperamos um jogo fácil, a equipe deles dificultou todos os jogos com exceção do Marreco. É um time que marca muito bem no quadrante, tem jogadores de qualidade, mas estão em uma condição difícil e vão fazer de tudo para sair dela”, disse.

Para o ala Guerra, o Keima terá um confronto difícil fora de casa e, portanto, não espera facilidade. "Embora o adversário esteja no final da tabela, conta com jogadores experientes e com certeza não vamos encontrar nenhuma facilidade", afirma.

Colaboração Assessoria de Imprensa.