21°
Máx
17°
Min

Keima vai a Marechal Cândido Rondon para tentar ampliar liderança na Ouro

Keima tenta defender invencibilidade fora de casa, enquanto o Copagril ainda não perdeu jogando em seus domínios (Foto: Divulgação) - Keima encara o Copagril para tentar ampliar liderança na Chave Ouro
Keima tenta defender invencibilidade fora de casa, enquanto o Copagril ainda não perdeu jogando em seus domínios (Foto: Divulgação)

O jogo em Marechal Cândido Rondon coloca à prova dois feitos do Keima Futsal/AFP na Chave Ouro. Para defender a invencibilidade fora de casa e também no segundo turno do campeonato, a equipe ponta-grossense enfrenta o Copagril nesta sexta-feira (29), no Ginásio Ney Braga, às 20h15.

Se o Keima não perde fora de casa, o Copagril ainda não foi derrotado em seus domínios (6 vitórias e 1 empate) no Paranaense de Futsal. Além dos elementos já citados, a liderança está em jogo. O time da cidade princesina conquistou 38 pontos em 18 jogos, enquanto o adversário da 20ª rodada tem seis pontos e dois jogos a menos. O primeiro critério de desempate é o confronto direto. Caso vença os dois jogos em débito, o Copagril tem a vantagem até o momento por ter vencido o duelo do primeiro turno por 3 a 1.

Suspensão por cartões amarelos será o maior motivo de desfalque para a partida. O goleiro Rafa, o fixo Marinho e o pivô Chico Paulista foram amarelados contra a ACF e não viajaram para Marechal.

Os jovens garotos do Keima também serão desfalque. O goleiro Gustavo ainda não se recuperou de lesão na coxa direita. O ala-pivô Dudu está em Londrina, treinando com o Iate Clube. Em agosto, Dudu disputará a Taça Brasil Sub-20 na Paraíba com a equipe do norte do estado.

Os alas Eder e Ian cumpriram suspensão contra a Cascavelense e voltam a estar disponíveis. Vitinho, preservado na última partida para não agravar as dores na coxa direita, também volta ao combate nesta sexta.

Para o ala Eder, se desvencilhar dos adversários será o maior desafio. "É um time de muita marcação e jogando em casa eles são muito fortes. Vamos lá para jogar no erro deles, marcando bem, para tentar sair com a vitória".

Já o técnico Baiano tem atenção ainda maior com uma parte específica da partida: os minutos iniciais. "A intensidade com que eles jogam lá é diferente. É um time que inicia muito forte, não é a toa que é o líder da Liga. Nós vamos sabendo que temos que entrar com intensidade total, que temos de ter personalidade para jogar lá e principalmente colocar o nosso jogo em prática".

Colaboração Assessoria de Imprensa.