22°
Máx
17°
Min

Rodada do futsal tem goleadas e sete times com duas vitórias nos JAPs em Apucarana

Rodada do futsal tem goleadas e sete times com duas vitórias

No balanço das duas primeiras rodadas do futsal nos Jogos Abertos do Paraná (JAPs), sete equipes – quatro masculinas e três femininas – acumulam duas vitórias pela fase final da divisão B, que acontece em Apucarana. A modalidade tem disputas nos ginásios de esportes Lagoão e Três Reis de Oliveira.

No feminino, ganharam duas vezes as equipes de Ouro Verde do Oeste, Campo Mourão e Paranaguá. A equipe de Ouro Verde, que estreou com vitória nos pênaltis, jogou contra Ponta Grossa na segunda rodada. Em uma partida equilibrada, o resultado foi de 6 a 5. A equipe reverteu o placar da etapa inicial, que teve vitória de Ponta Grossa por 4 a 3.

Campo Mourão voltou a fazer uma grande partida, desta vez contra a equipe de Manoel Ribas, que lutou até o fim para não perder a invencibilidade. Na etapa inicial, a equipe mourãoense encerrou com 2 a 1 no placar e o resultado final ficou em 4 a 3. Paranaguá alcançou a segunda vitória na competição no duelo realizado frente ao Apucarana, por 3 a 1, após empate em um gol na etapa inicial.

Pelo masculino, a primeira equipe a vencer a segunda na competição foi a de Paranavaí. No jogo contra o Cafeara, fez 7 a 4. Ainda na etapa inicial, o time de Paranavaí foi superior, com placar de 5 a 1. Paranaguá atuou contra Cândido de Abreu e venceu por 3 a 2. No primeiro tempo, Cândido de Abreu fechou em vantagem, de 2 a 1.

No terceiro compromisso masculino pela rodada, Castro registrou uma goleada no jogo contra Loanda e o placar ficou em 10 a 2. Castro, já na etapa inicial, foi bem superior e o resultado foi de 5 a 1. O Pato Branco também goleou e derrotou a equipe de Apucarana por 6 a 0, após vitória com vantagem mínima no primeiro tempo.

Rodada

A segunda rodada ainda teve, no feminino, a expressiva vitória de Chopinzinho contra Laranjeiras do Sul por 13 a 2, depois de 5 a 0 no primeiro tempo, e Rolândia, que também ganhou de goleada, por 5 a 0, de Cornélio Procópio.

Colaboração Assessoria de Imprensa